Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2017 > 01 > CNPq destinará R$ 10,7 milhões a projetos de agroecologia e produção de alimentos

Ciência e Tecnologia

CNPq destinará R$ 10,7 milhões a projetos de agroecologia e produção de alimentos

Alimentos Orgânicos

As propostas podem ser enviadas até 10 de março
por Portal Brasil publicado: 05/01/2017 15h59 última modificação: 06/01/2017 12h31
Divulgação/MCTIC Objetivo é desenvolver projetos de ensino e pesquisa voltados para a sustentabilidade da agricultura

Objetivo é desenvolver projetos de ensino e pesquisa voltados para a sustentabilidade da agricultura

Projetos voltados à agroecologia e à produção orgânica de alimentos irão receber R$ 10,7 milhões do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). As propostas podem ser enviadas até 10 de março.

O edital está disponível na página do CNPq. A chamada vai apoiar projetos de criação e manutenção de núcleos de estudo em agroecologia e produção orgânica, além de Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) de agroecologia e produção orgânica.

Dos R$ 10,7 milhões previstos, R$ 2 milhões são do orçamento do MCTIC, R$ 2 milhões oriundos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), R$ 3 milhões do Ministério da Educação (MEC) e outros R$ 3,7 milhões da Casa Civil. O resultado do edital está previsto para ser divulgado em julho.

Participação

Podem participar instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica; instituições públicas estaduais de Educação Profissional e Tecnológica; e universidades públicas ou privadas sem fins lucrativos.

A diretora de Políticas e Programas para Inclusão Social da Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento (Seped), Sônia da Costa, explica que esta é a sexta chamada voltada à temática lançada com apoio do MCTIC. Atualmente, já existem 163 núcleos de estudo e CVTs de agroecologia implantados em todo o País.

"O objetivo é desenvolver projetos de ensino e pesquisa voltados para a sustentabilidade da agricultura e para a produção de alimentos saudáveis, com a redução do uso de agrotóxicos. Essa política está relacionada ao Plano Nacional da Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo) e ao Programa Nacional de Alimentação Escolar", diz.

Fonte: MCTIC

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Exposição mostra Feira em uma Aventura Alimentar
Feira da Ceilândia no labirinto Aventura Alimentar faz parte da programação da 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT)
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia vai até 23 de outubro
Confira a programação
Saiba mais sobre o Banco Ativo de Germoplasma
O pesquisador Marcelo Fernandes de Oliveira aborda a importância do Banco Ativo de Germoplasma, uma coleção com 35 mil tipos de soja.
Feira da Ceilândia no labirinto Aventura Alimentar faz parte da programação da 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT)
Exposição mostra Feira em uma Aventura Alimentar
Confira a programação
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia vai até 23 de outubro
O pesquisador Marcelo Fernandes de Oliveira aborda a importância do Banco Ativo de Germoplasma, uma coleção com 35 mil tipos de soja.
Saiba mais sobre o Banco Ativo de Germoplasma

Últimas imagens

Não se deve ficar no mar quando há descargas elétricas: água salgada potencializa a condutividade
Não se deve ficar no mar quando há descargas elétricas: água salgada potencializa a condutividade
Divulgação/Elat
Governo investiu R$60 milhões em pesquisa nos últimos cinco anos
Governo investiu R$60 milhões em pesquisa nos últimos cinco anos
Arquivo/MCTI
Custo da obra, desde a infraestrutura à logística, é financiado pela Marinha do Brasil e pelo Ministério da Defesa
Custo da obra, desde a infraestrutura à logística, é financiado pela Marinha do Brasil e pelo Ministério da Defesa
Arquivo/Agência Brasil
Inicialmente, serão oferecidos apenas planos pré-pagos, chips e recargas
Inicialmente, serão oferecidos apenas planos pré-pagos, chips e recargas
Arquivo/Agência Brasil
A liberação é fruto de solicitação do ministro Gilberto Kassab ao governo federal
A liberação é fruto de solicitação do ministro Gilberto Kassab ao governo federal
Divulgação/Mctic

Governo digital