Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2017 > 07 > Número de clientes da banda larga cresce 0,6% em maio

Ciência e Tecnologia

Número de clientes da banda larga cresce 0,6% em maio

Internet

Entre abril e maio, houve aumento de mais de 41 mil assinantes em Minas Gerais. Proporcionalmente, Ceará registrou maior percentual de novos clientes
publicado: 18/07/2017 19h15 última modificação: 18/07/2017 19h15
Edilson Rodrigues/Agência Senado Nos últimos doze meses, houve aumento de usuários em todos os estados

Nos últimos doze meses, houve aumento de usuários em todos os estados

O número de clientes de banda larga fixa cresceu 0,6% em maio, em relação ao mês anterior, chegando a 27,46 milhões de pessoas, segundo boletim da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Nos últimos 12 meses, 1.419.082 pessoas aderiram à rede, aumento de 5,45%.

Comparado ao mês anterior, a prestadora Vivo liderou o crescimento no mês de maio: foram mais 28.073 mil novos assinantes (0,37%). A Tim apresentou uma elevação de 10.219 mil (2,96%), seguida pela Sky com 6.069 mil (1,77%).

Nos estados, entre abril e maio deste ano, a base de assinantes de Minas Gerais aumentou 41.406 mil novos clientes (1,55%), no Ceará a elevação foi de 32.196 mil (5,12%), e no Rio Grande do Norte foi de 27.779 mil (9,91%).

Nos últimos 12 meses, houve aumento de usuários em todos os estados. Os maiores percentuais foram registrados nos estados de São Paulo, com 248.014 mil novos clientes (2,63%); Minas Gerais, com 207.821 mil (8,28%) e Rio Grande do Sul, com 135.237 mil (8,56%).

Fonte: Portal Brasil, com informações da Anatel

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência

Governo digital