Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2017 > 07 > Satélite vai modernizar serviços públicos do País

Ciência e Tecnologia

Satélite vai modernizar serviços públicos do País

Tecnologia

Equipamento será importante para viabilizar comunicações estratégicas entre governo e Forças Armadas nas áreas remotas
por Portal Brasil publicado: 28/07/2017 12h29 última modificação: 28/07/2017 12h33

A oportunidade de modernizar serviços públicos do País, como educação, saúde e agricultura, será possível com o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), afirmou o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab.

"O satélite tem um extraordinário papel no desenvolvimento do Brasil. Ao longo dos anos, até a finalização do projeto, terão sido investidos R$ 2,8 bilhões – um número pequeno diante do benefício que vai trazer para o País", reforçou Kassab.

Nessa quinta-feira (27), o ministro participou de roadshow para divulgar a cessão pública de parte da capacidade em banda Ka do equipamento

A capacidade do satélite foi dividida em três lotes. Um deles será destinado à prestação de serviços de telecomunicações pela Telebras para atender a demandas de governo nas áreas de educação, segurança e saúde. A capacidade dos outros dois lotes será ofertada no chamamento público, que recebe propostas no dia 28 de agosto.

Oferta pública

Para o presidente interino da Telebras, Jarbas Valente, as empresas vencedoras da oferta pública vão poder oferecer conexão a preços competitivos.

"Em todos os estudos que fizemos, os valores vão ficar 10 vezes menores do que os valores praticados hoje no mercado, qualquer que seja o fornecedor, dada a capacidade e a qualidade do serviço", explicou.

Na próxima semana, a Telebras apresenta a oferta pública de cessão da capacidade do SGDC em Londres, na Inglaterra, e em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

O satélite foi lançado em maio para atender às necessidades de massificação da internet do País e assegurar a segurança das comunicações estratégicas. As Forças Armadas são responsáveis pela operação da banda X, que corresponde a 30% da capacidade do equipamento.

Fonte: Portal Brasil, com informações do MCTIC

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Serão selecionados cerca de 50 projetos entre 2017 e 2018. Investimento total do governo federal é de R$ 10 milhões
Startup Brasil lança nova etapa para seleção de iniciativas inovadoras
Por lei, os canais devem destinar espaço para três horas e meia por semana, em horário nobre, para o conteúdo audiovisual de origem nacional
Canais de TV por assinatura devem ter conteúdo nacional
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência

Governo digital