Você está aqui: Página Inicial > Ciência e Tecnologia > 2017 > 08 > Programa Start-Up Brasil lança nova etapa com edital de R$ 9,7 milhões

Ciência e Tecnologia

Programa Start-Up Brasil lança nova etapa com edital de R$ 9,7 milhões

Avanço técnico

Serão selecionados até 50 projetos de empresas nascentes de base tecnológica. Cada empresa receberá R$ 200 mil
por Portal Brasil publicado: 10/08/2017 11h29 última modificação: 10/08/2017 11h29

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lança, nesta quinta-feira (10), nova etapa do programa Start-Up Brasil. O edital selecionará a turma 5 da iniciativa, com R$ 9,7 milhões para 50 projetos a serem acelerados em 2017 e 2018.

Cada empresa nascente de base tecnológica deverá receber até R$ 200 mil. Os recursos são do orçamento do MCTIC.

O programa já executou dois ciclos de aceleração, entre 2013 e 2015, quando houve apoio a 183 startups, de 17 estados e 13 países. A iniciativa alavancou aproximadamente R$ 103 milhões em investimentos privados e gerou mais de 1.200 empregos diretos.

Até o momento, o MCTIC encaminhou R$ 34,7 milhões a projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação de startups de tecnologia da informação.

O programa

Criado em 2012, o Start-Up Brasil agrega um conjunto de atores em favor do empreendedorismo de base tecnológica. A iniciativa proporciona momentos de interação por meio das redes sociais e de uma série de eventos como o Welcome Aboard, encontro de boas-vindas às novas turmas, e as feiras conhecidas Demo Days, para exposição dos trabalhos.

A figura da aceleradora surge como um agente fortemente orientado ao mercado, geralmente de origem privada e com capacidade de investimento financeiro, que tem a função de direcionar e potencializar o desenvolvimento das startups

Fonte: Portal Brasil, com informações do MCTIC

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Brasil e Argentina firmam parceria em ciência
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Parceria vai fortalecer a inovação e modernização dos Correios
O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e a Correios Participações fecharam um acordo de cooperação de startups nacionais
Empresas de TI já testam sistema do e-social
Em 2018, todas as empresas do País deverão usar a plataforma para prestar informações como pagamento de impostos e encargos trabalhistas
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Brasil e Argentina firmam parceria em ciência
O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e a Correios Participações fecharam um acordo de cooperação de startups nacionais
Parceria vai fortalecer a inovação e modernização dos Correios
Em 2018, todas as empresas do País deverão usar a plataforma para prestar informações como pagamento de impostos e encargos trabalhistas
Empresas de TI já testam sistema do e-social

Últimas imagens

MCTIC encaminhou R$ 34,7 milhões a projetos de pesquisa até o momento
MCTIC encaminhou R$ 34,7 milhões a projetos de pesquisa até o momento
Arquivo/ Agência Brasil
Estudo sobre novas espécies pretende impulsionar geração de novos produtos
Estudo sobre novas espécies pretende impulsionar geração de novos produtos
Arquivo/Agência Brasil
Podem participar estudantes do ensino médio, técnico ou superior; e egressos formados há menos de três anos
Podem participar estudantes do ensino médio, técnico ou superior; e egressos formados há menos de três anos
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Acordo deve priorizar áreas de energia renovável, meio ambiente, agroindústria e bioeconomia
Arquivo/Agência Brasil
Planta não oferece riscos à saúde humana
Planta não oferece riscos à saúde humana
Arquivo/Agência Brasil

Governo digital