Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2011 > 02 > MEC disponibiliza coleções sobre educação e história geral da África em portal

Cultura

MEC disponibiliza coleções sobre educação e história geral da África em portal

por Portal Brasil publicado: 22/02/2011 17h08 última modificação: 28/07/2014 14h41

O Ministério da Educação (MEC) disponibilizou em seu portal Domínio Público a Coleção Educadores, com 62 títulos, e a Coleção História Geral da África, com oito volumes. Concluídas em novembro de 2010, as obras são dirigidas aos professores da educação básica e às instituições de educação superior que atuam na formação de docentes, mas o acesso é livre no portal.

Paulo Freire, Anísio Teixeira, Jean Piaget e Antônio Gramsci, dentre outros, fazem parte da Coleção Educadores, que começou a ser distribuída em fevereiro pelo MEC às escolas da educação básica do País. Integram a coleção 31 autores brasileiros, 30 pensadores estrangeiros e um livro com os manifestos Pioneiros da Educação Nova, escrito em 1932, e dos Educadores, de 1959.

Na coleção, professores e estudantes de pedagogia e de cursos de licenciatura encontram um ensaio sobre cada autor, a trajetória da produção intelectual na área, uma seleção de textos, que corresponde a 30% do livro, e cronologia. Cada livro tem, em média, 150 páginas. Preparada pelo MEC desde 2006, a coleção integra as iniciativas do governo federal de qualificar a formação inicial e continuada de professores da educação básica pública.

A coleção História Geral da África tem cerca de dez mil páginas, distribuídas nos oito volumes. Criada por iniciativa da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), aborda desde a pré-história do continente africano até os anos 1980. Cerca de 350 pesquisadores, a maioria deles africanos, trabalhou durante 30 anos no levantamento de dados e na produção da obra.

Em 1980, a Unesco lançou a coleção em língua francesa, depois traduzida para o inglês e o árabe. Agora, o MEC oferece a versão para uso no Brasil e nas nações que integram a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Oito mil exemplares (conjuntos) impressos da coleção serão distribuídos pelo MEC nas bibliotecas públicas do País, universidades, conselhos de educação e ministérios públicos estaduais. Além de objeto de leitura e estudo, o conteúdo dará sustentação à produção de material didático para as escolas da educação básica. Integra, ainda, uma série de iniciativas do MEC para enriquecer a formação de professores e o currículo dos estudantes, conforme prevê a Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que trata das diretrizes curriculares nacionais para a educação etnorracial nas redes públicas de ensino.

Confira as coleções e faça o download das obras no Portal Domínio Público.

 

Fonte:
Ministério da Educação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Museus têm programação especial para período olímpico
Mostras especiais vão continuar durante Paralimpíada
Pampulha (MG) é eleita Patrimônio Mundial
O ministro da Cultura, Marcelo Calero ressalta importância de se preservar o local para as gerações futuras
Casa Brasil mostra cultura nacional a turistas
Ministro da Cultura, Marcelo Calero, destacou a importância das manifestações culturais para construção da imagem do País
Mostras especiais vão continuar durante Paralimpíada
Museus têm programação especial para período olímpico
O ministro da Cultura, Marcelo Calero ressalta importância de se preservar o local para as gerações futuras
Pampulha (MG) é eleita Patrimônio Mundial
Ministro da Cultura, Marcelo Calero, destacou a importância das manifestações culturais para construção da imagem do País
Casa Brasil mostra cultura nacional a turistas

Últimas imagens

Os selecionados serão inscritos no registro nacional do Brasil do programa memória do mundo.
Os selecionados serão inscritos no registro nacional do Brasil do programa memória do mundo.
Ilustração/Ministério da Cultura
O programa concede auxílios diversos, de acordo com a classificação de cada evento.
O programa concede auxílios diversos, de acordo com a classificação de cada evento.
Ilustração/Ancine
Evento terá turnê em outras cidades do País
Evento terá turnê em outras cidades do País
Ilustração/Ancine
Cortejo realizado por moçambiqueiros na última quinta (2) na sede do Ministério da Cultura.
Cortejo realizado por moçambiqueiros na última quinta (2) na sede do Ministério da Cultura.
Foto: Acácio Pinheiro
Jornada literária propõe um espaço de diálogo entre a universidade e escritoras e escritores negros
Jornada literária propõe um espaço de diálogo entre a universidade e escritoras e escritores negros
Divulgação/UNB

Governo digital