Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2012 > 02 > Mais Cultura estimula participação popular no processo cultural

Cultura

Mais Cultura estimula participação popular no processo cultural

Incentivo

Programa federal integra e inclui segmentos sociais, e valoriza a diversidade e o diálogo com os múltiplos contextos da sociedade
por Portal Brasil publicado: 06/02/2012 19h47 última modificação: 28/07/2014 16h30

A participação de todos no processo cultural é um direito do cidadão, garantido pela Constituição. É uma necessidade básica, estimula a criatividade e o desenvolvimento pessoal, valoriza a diversidade, gera renda e promove a inclusão social.

A fim de garantir o acesso a este direito, o programa Mais Cultura reafirma o propósito constitucional. A partir desse Programa, o governo federal incorporou a cultura como um vetor importante para a maioridade do País, incluindo-a na Agenda Social - política estratégica de estado para reduzir a pobreza e a desigualdade social.

Esse é um marco fundamental na política do Ministério da Cultura e de todos os brasileiros - um programa pautado na integração e inclusão de todos os segmentos sociais, na valorização da diversidade e do diálogo com os múltiplos contextos da sociedade brasileira.

Este não é apenas um programa federal. É importante que todos participem do esforço de dar ao Brasil uma forte consciência de cidadania: municípios, estados, pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado, sem fins lucrativos, que sejam de natureza cultural, como associações, sindicatos, cooperativas, fundações, escolas caracterizadas como comunitárias e suas associações de pais e mestres, ou organizações tituladas como Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs) e Organizações Sociais (OS), com atuação comprovada na área cultural há pelo menos dois anos são participes desse processo.

Voltado principalmente para a população de baixa renda, em especial para jovens socialmente vulneráveis, o Mais Cultura possibilita que os cidadãos tenham acesso à cultura e, inclusive, participem dessas manifestações em suas comunidades. Os  programas Cine Mais Cultura e Espaço Mais Cultura são exemplos desta demanda, que exige áreas especiais para suas atividades. Esses locais são construídos, recuperados ou ampliados para reunir jovens e famílias e promover a integração de diferentes grupos.

O Mais Cultura também oferece o Pontos de Cultura. O programa é um convênio entre o governo e a sociedade para estimular iniciativas e projetos culturais já desenvolvidos nas comunidades. Cada Ponto de Cultura recebe uma verba para a continuidade das atividades artístico-culturais e o investimento em novas ações. Além disso, as ações contempladas ganham visibilidade e, consequentemente, atraem cada vez mais cidadãos.

Comunidades, grupos e redes de colaboração são selecionados para receber o financiamento por meio de editais públicos. A ação repassa a cada Ponto de Cultura R$ 180 mil durante três anos. Esses recursos podem ser usados, por exemplo, na produção de espetáculos e eventos culturais, na compra de instrumentos, figurinos e equipamentos multimídia e na contratação de profissionais para ministrar cursos e oficinas.

Conheça mais sobre os Pontos de Cultura:

Regras sobre modelos ofertados estão descritas em editais lançados pelo Ministério da Cultura

Fonte:

Ministério da Cultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Obras de Oscar Niemeyer são símbolos da arte brasileira
Espalhadas por todo o país, elas são protegidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)
Brasília completa 57 anos de história
Inaugurada em 21 de abril de 1960, Brasília foi o primeiro conjunto arquitetônico construído no século XX a ser tombado pela Unesco
Parabéns, Brasília!
Brasília, parabéns pelos seus 57 anos de fundação e pelos 30 anos como Patrimônio Mundial da Unesco!
Espalhadas por todo o país, elas são protegidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)
Obras de Oscar Niemeyer são símbolos da arte brasileira
Inaugurada em 21 de abril de 1960, Brasília foi o primeiro conjunto arquitetônico construído no século XX a ser tombado pela Unesco
Brasília completa 57 anos de história
Brasília, parabéns pelos seus 57 anos de fundação e pelos 30 anos como Patrimônio Mundial da Unesco!
Parabéns, Brasília!

Últimas imagens

O Prêmio tem o objetivo de incentivar a leitura e, sobretudo, o conhecimento da obra do poeta maranhense
O Prêmio tem o objetivo de incentivar a leitura e, sobretudo, o conhecimento da obra do poeta maranhense
Foto: Elza Lima/Governo do Pará
O arquipélago Fernando de Noronha é formado por 21 ilhas, com extensão de 26 quilômetros quadrados
O arquipélago Fernando de Noronha é formado por 21 ilhas, com extensão de 26 quilômetros quadrados
Divulgação/Embratur
Nos últimos 10 anos, Secretaria do Audiovisual contemplou 38 filmes de baixo orçamento em seis editais
Nos últimos 10 anos, Secretaria do Audiovisual contemplou 38 filmes de baixo orçamento em seis editais
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Podem ser inscritos projetos de ficção, documentário ou animação
Podem ser inscritos projetos de ficção, documentário ou animação
Divulgação/Prefeitura de Belo Horizonte
O Prêmio Camões consagra autores que enriquecem o patrimônio literário da língua portuguesa
O Prêmio Camões consagra autores que enriquecem o patrimônio literário da língua portuguesa
Divulgação/ manuelalegre.com

Governo digital