Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2012 > 02 > Oficinas do Mais Cultura – Microprojetos Rio São Francisco chegam a Sergipe, Pernambuco e Minas Gerais

Geral

Oficinas do Mais Cultura – Microprojetos Rio São Francisco chegam a Sergipe, Pernambuco e Minas Gerais

por Portal Brasil publicado: 27/02/2012 17h35 última modificação: 28/07/2014 16h30

Os próximos estados a receber a oficina Microprojetos Rio São Francisco são Sergipe, Pernambuco e Minas Gerais. Coordenado pela Fundação Nacional das Artes (Funarte) e Ministério da Cultura, o programa disponibiliza recursos para projetos culturais de baixo custo, na região da bacia do rio.

Os encontros serão realizados na capital sergipana, no dia 28 de fevereiro; em Pernambuco, na cidade de Petrolina, no dia 29 e; na mesma semana, em MG, em seis municípios da região da nascente do rio São Francisco.

As oficinas orientam os produtores e artistas da região da bacia do São Francisco a elaborar projetos para o edital Mais Cultura – Microprojetos Rio São Francisco e consistem em apresentar o programa, o vídeo Microprojetos Amazônia Legal e o edital, que abrange 504 municípios dos estados de Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco e Sergipe.

O edital foi lançado em novembro de 2011 e, desde então, as oficinas vêm ocorrendo nos sete estados da Bacia do Rio São Francisco.

As inscrições foram prorrogadas até o dia 31 de março e podem participar pessoas físicas e jurídicas – sem fins lucrativos – que desenvolvam projetos de artes visuais, artes cênicas, música, literatura, audiovisual, moda, e artes e expressões populares. Serão contemplados 1.050 projetos no valor de R$ 15 mil, cada, em um total de R$ 15,75 milhões em prêmios.

O projeto junto com Programa de Revitalização da Bacia do Rio São Francisco, através de parceria com o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e Ministério da Integração Nacional.

Mais informações no e-mail funartemg@funarte.gov.br.

 

Fonte:
Funarte

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Ministério da Cultura incentiva maior número de mulheres e negros no cinema nacional
Ainda é pequena a participação de diretores e roteiristas negros. A constatação está em uma pesquisa realizada pelo Ministério da Cultura
Ministério da Cultura lança cursos gratuitos na área de games
Pensando no mercado com alto poder de crescimento, Ministério da Cultura lançou três cursos gratuitos, na modalidade de ensino à distância
Mudança na Lei Rouanet reajusta teto limite da utilização de recursos
A mudança na Lei Rouanet reajustou teto limite da utilização de recursos de R$ 700 mil para R$ 1,5 milhão
Ainda é pequena a participação de diretores e roteiristas negros. A constatação está em uma pesquisa realizada pelo Ministério da Cultura
Ministério da Cultura incentiva maior número de mulheres e negros no cinema nacional
Pensando no mercado com alto poder de crescimento, Ministério da Cultura lançou três cursos gratuitos, na modalidade de ensino à distância
Ministério da Cultura lança cursos gratuitos na área de games
A mudança na Lei Rouanet reajustou teto limite da utilização de recursos de R$ 700 mil para R$ 1,5 milhão
Mudança na Lei Rouanet reajusta teto limite da utilização de recursos

Últimas imagens

No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Governo digital