Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2014 > 02 > Mais Cultura nas Escolas divulga lista de selecionados

Cultura

Mais Cultura nas Escolas divulga lista de selecionados

Fomento

Crianças e jovens vão vivenciar experiências inovadoras no processo educacional com iniciativas culturais produzidas em sua localidade
por Portal Brasil publicado: 13/02/2014 18h39 última modificação: 30/07/2014 01h46
Divulgação/MinC Alunos terão aulas sobre Cultura afro-brasileira. O Plano de Atividades incluirá literatura, dança e música

Alunos terão aulas sobre Cultura afro-brasileira. O Plano de Atividades incluirá literatura, dança e música

Foi divulgada, nesta quinta-feira (13), mais uma lista de 447 escolas selecionadas para o Programa Mais Cultura nas Escolas, uma parceria dos Ministérios da Cultura e da Educação. Crianças e jovens experimentarão a dança, a pintura, o canto e o artesanato dos povos indígenas; técnicas de audiovisual para a produção de animação infantil, além dos elementos culturais do hip hop, como a dança de rua, o graffiti e o rap com a iniciativa. A meta é incluir 5 mil estabelecimentos de ensino no programa. 

O programa tem investimento de R$ 100 milhões em sua primeira etapa e cada projeto selecionado receberá entre R$ 20 mil e R$ 22 mil do Programa Dinheiro Direto na Escola do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação para desenvolver as atividades culturais em 2014. O valor será calculado conforme o número de alunos matriculados na escola. O recurso deverá ser investido na  contratação de serviços culturais relacionados às atividades artísticas e pedagógicas, que poderão acontecer dentro ou fora da escola - durante o ano letivo, por no mínimo 6 meses.

"As crianças e os jovens terão oportunidade de vivenciar experiências inovadoras nesse processo educacional com iniciativas culturais produzidas em sua localidade", comenta o secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura, Américo Córdula. A Secretaria de Políticas Culturais, por meio da Diretoria de Educação e Comunicação para a Cultura, é a responsável pela criação e desenvolvimento do Programa Mais Cultura nas Escolas.

O Mais Cultura Nas Escolas pretende potencializar processos de ensino e aprendizado por meio da democratização do acesso à cultura e da integração de práticas criativas e da diversidade cultural brasileira à educação integral.

Eixos Temáticos

Cada um dos projetos inscritos poderia dialogar com um ou mais eixos. Desse modo, o Mais Cultura nas Escolas procura incentivar o diálogo entre as várias linguagens artísticas e a diversidade da cultura brasileira. Os nove eixos temáticos estabelecidos pelo programa são: Criação, Circulação e Difusão da Produção Artística; Cultura Afro-brasileira; Promoção Cultural e Pedagógicas em Espaços Culturais; Educação Patrimonial; Tradição oral; Cultura Digital e Comunicação; Educação Museal; Culturas Indígenas; e Residências Artísticas para Pesquisa e Experimentação nas Escolas.

Das 14 mil escolas habilitadas para participarem do Programa Mais Cultura nas Escolas, 63,17% escolheram apenas um eixo, sendo o mais procurado o de Criação, Circulação e Difusão da Produção Artística, com 10.070 projetos. O segundo eixo que teve mais inscrições foi o de Cultura Afro-brasileira, com 3.937 projetos apresentados. O eixo Promoção Cultural e Pedagógicas em Espaços Culturais foi o terceiro mais procurado, com 2.890 projetos, seguido do eixo Educação Patrimonial, com 2.386 inscrições.

O eixo Tradição Oral foi o quinto mais procurado, com 1.685 projetos inscritos, e em seguida, o eixo Cultura Digital e Comunicação, com 1.580 inscrições. Em sétimo lugar, ficou o eixo Educação Museal, com 982 projetos apresentados, seguido pelo eixo Culturas Indígenas com 834 inscrições. O eixo menos procurado foi o de Residências Artísticas para Pesquisa e Experimentação nas Escolas com 777 projetos inscritos.

Veja alguns do Projetos Aprovados

Cultura Indígena

A Escola Municipal de Ensino Básico Ítalo Damiani de São Bernardo do Campo (SP), que fica próxima à aldeia guarani na região de Taquacetuba, propiciará a seus alunos o a vivência da cultura indígena do povo guarani. O projeto de atividades culturais, que será desenvolvido pelo professor e ator Roger Muniz, incluem realizações, semanalmente, de brincadeiras indígenas, envolvendo música e teatro; apresentação de cânticos guarani por indígenas da região – crianças, adultos e idosos; e contação e encenação de histórias indígenas. O professor Roger Muniz, que desenvolve trabalhos com a aldeia Krukutu, levará ainda os alunos para conhecerem a vivência da comunidade indígena, promovendo a integração entre estudantes da escola com a comunidade indígena vizinha à escola.

Cultural Digital e Comunicação

A Escola Municipal Professora Aurora Costa de Carvalho, no município de Nísia Floresta (RN), selecionou um projeto do eixo Cultura Digital e Comunicação, que será ministrado pelo desenhista, ilustrador, editor e produtor de filmes e animações Lula Borges. Pelo projeto, os alunos da escola receberão formação em linguagem audiovisual, especialmente na técnica da animação, com a perspectiva de se formar um grupo local de realizadores e de se contribuir com a difusão do cinema de animação. O projeto prevê a realização de 60 exibições de filmes de animação, oficinas básicas de animação – com aulas de roteiro, massinha e desenho - e produção da série de animação com ao menos 10 filmes realizados pelos alunos. No final do projeto será realizada uma Mostra de Cinema de Animação no município.

Cultura Afro-Brasileira

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Senador Teotônio Vilela, de São Paulo (SP), oferecerá aos seus alunos, por meio do Programa Mais Cultura nas Escolas, aulas sobre Cultura afro-brasileira. O Plano de Atividades, que será desenvolvido pelo Coletivo Cultural Poesia na Brasa – o Saraunabrasa da Vila Brasilândia-, incluirá as três linguagens artísticas (literatura, dança e música) vivenciadas sob a perspectiva da Cultura afro-brasileira. As aulas, que serão ministradas por Sidnei Silva Júnior, propiciarão aos alunos conhecimentos como a poesia e a literatura afro-brasileira de identidade e resgate cultural. As atividades de dança abordarão as heranças africanas no Brasil e como isso se refletiu sobre a Cultura Popular Brasileira, além de oferecer oficinas de danças como o Samba de Bumbo e Jongo. Na área da música, além da História da Música afro-brasileira, os alunos conhecerão os ritmos do berimbau, além de participarem de oficina para aprender a construir o instrumento. Durante o desenvolvimento do Plano de Atividade Cultural, os participantes deverão escolher lugares relacionados à história da cultura afro-brasileira para que os mesmos sejam visitados.

Criação, Circulação e Difusão da Produção Artística

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Bela Flor, que fica no município de Epitacolândia (AC), levará aos seus estudantes conhecimentos relacionado às artes, como teatro de fantoches e contação de histórias. O Projeto de Atividade Cultural, apresentado pela Biblioteca de Epitacolândia e que será desenvolvido pela agente de leitura da região Lilia Valdivino de Oliveira ao longo de seis meses, terá como foco o cotidiano escolar e a cultura local. Estão previstas roda de leitura de literatura de cordel, além da criação e apresentação de musicais por alunos da escola e funcionários da Biblioteca e a realização de saraus na escola.  

Confira a lista total com as 1.448 escolas já selecionadas.

Fonte:

Ministério da Cultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Caravana da Cultura chega a São Luís
Iniciativa busca estreitar as relações e conhecer artistas, gestores e produtores de cultura de todo o Brasil
Acordo cria pontos de cultura em São Luís
Ministério da Cultura e a Prefeitura de São Luís assinam convênio que irá aplicar R$ 2 milhões para a execução de projetos culturais no Maranhão
PAC Cidades Históricas entrega obras no Pará
Foram entregues as obras de restauração e revitalização do Mercado de Peixe do Ver-o-Peso, em Belém
Iniciativa busca estreitar as relações e conhecer artistas, gestores e produtores de cultura de todo o Brasil
Caravana da Cultura chega a São Luís
Ministério da Cultura e a Prefeitura de São Luís assinam convênio que irá aplicar R$ 2 milhões para a execução de projetos culturais no Maranhão
Acordo cria pontos de cultura em São Luís
Foram entregues as obras de restauração e revitalização do Mercado de Peixe do Ver-o-Peso, em Belém
PAC Cidades Históricas entrega obras no Pará

Últimas imagens

Malha Atlântica, de Ricardo Ventura, no Museu do Açude
Malha Atlântica, de Ricardo Ventura, no Museu do Açude
Divulgação/Ibram
Comediante ficou marcado pelo personagem no programa A Praça é Nossa
Comediante ficou marcado pelo personagem no programa A Praça é Nossa
Divulgação/SBT
Novela Windeck esteve entre as quatro telenovelas que concorreram ao Emmy Internacional 2013
Novela Windeck esteve entre as quatro telenovelas que concorreram ao Emmy Internacional 2013
Divulgação/TV Brasil
Prédio tradicional do centro histórico de São Luís, no Maranhão, está de cara nova
Prédio tradicional do centro histórico de São Luís, no Maranhão, está de cara nova
Gabriela Sobral / Ministério da Cultura
Margaret Mee examina penas ornamentais de índios Maku
Margaret Mee examina penas ornamentais de índios Maku
Divulgação/Eh! Filmes

Governo digital