Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2014 > 04 > Exposição em homenagem a Zuzu Angel é aberta em São Paulo

Cultura

Exposição em homenagem a Zuzu Angel é aberta em São Paulo

Estilismo

São quatro andares dedicados a documentos, cartas, vestidos e referências que constroem o universo da fashion designer
por Portal Brasil publicado : 02/04/2014 15:09

Começou nesta terça-feira (1º), em cerimônia com grande presença de público, a Ocupação Zuzu Angel, exposição em homenagem a uma das mais importantes e inovadoras estilistas brasileiras. A exposição aberta ao público poderá ser visitada até 11 de maio, no Itaú Cultural, em São Paulo.

Ao todo, são quatro andares do instituto Itaú Cultural dedicados a documentos, cartas, vestidos e referências que constroem o universo da fashion designer. A mostra ocupa diferentes espaços e propõe uma exposição em movimento, com performances dirigidas pela estilista Karlla Girotto. Réplicas dos vestidos criados por Zuzu desfilam em modelos e atrizes, que também dão voz às cartas que ela enviava a amigos e autoridades na busca por Stuart.

"Zuzu era uma mulher à frente de seu tempo. Na moda, a reverenciamos por seu gênio criativo. Como mulher, se equivalem sua coragem e sua dimensão criadora", disse a ministra Marta Suplicy, que esteve presente. Para Milu Vilela, "falar da Zuzu é falar da mulher que conquista sua identidade, amplia seu espaço de liberdade". Marta Suplicy também ressaltou a importância da artista neste aspecto: "Zuzu soube impor seu estilo em um momento da história em que o Mundo olhava somente para estilistas homens".

Zuzu Angel X Ditadura Militar

Não coincidentemente, foi escolhida a data de 1º de abril para a abertura da Ocupação Zuzu Angel. Neste dia em que o golpe militar de 1964 completa 50 anos, a exposição homenageia a estilista que foi uma das mais corajosas combatentes da ditadura que se instalou no Brasil por mais de duas décadas.

Para Hildegard Angel, filha de Zuzu Angel, "esta ocupação vem para afastar uma nebulosa parte de nossa história, pois até hoje há quem diga que Zuzu Angel morreu em um acidente de carro sem causas conhecidas". Em relação à morte de sua mãe, somente 22 anos depois, reconhecida pelo Estado brasileiro como tendo sido causada por um atentado da ditadura militar, Hildegard disse que "além de lhe roubarem a vida, ainda lhe usurparam o reconhecimento de sua morte heróica".

Sobre Zuzu Angel

Zuleika de Souza Netto nasceu em Curvelo (MG), em 1921. Foi criada em Belo Horizonte, onde conhece o norte-americano Norman Angel Jones, com quem se casa. Depois de viver um tempo na Bahia, local de nascimento de seu primeiro filho, Stuart, a família se estabelece no Rio de Janeiro, onde nasceram Ana Cristina e Hildegard. Na cidade Zuzu abre um ateliê em sua própria casa – quando transforma seu quarto em oficina de costura. Nasce a "Zuzu Saias". Mesclando referências locais e cosmopolitas, seu espírito de vanguarda se fortalece com a criação de estampas próprias que valorizam a identidade brasileira. Pássaros, borboletas, flores e frutos. A brasilidade também aparece nos materiais: rendas, bordados, pedrarias, contas de madeira, bambus e conchas.

Fonte: 
Ministério da Cultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil