Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2014 > 06 > Belo Horizonte (MG) recebe o afroprogressivo Babilak

Cultura

Belo Horizonte (MG) recebe o afroprogressivo Babilak

Música

Paraibano radicado há mais de 20 anos em Belo Horizonte (MG) se autodenomina um "propositor", mais do que um compositor
por Portal Brasil publicado: 27/06/2014 18h16 última modificação: 30/07/2014 01h42
Divulgação/Ministério da Cultura Som experimental é uma constante na carreira de Babilak, que usa enxadas como instrumentos musicais

Som experimental é uma constante na carreira de Babilak, que usa enxadas como instrumentos musicais

"Afroprogressivo" é o gênero cunhado pelo grupo Babilak Bah & Quarteto de Enxadas para designar seu estilo musical. Babilak é o nome de um paraibano radicado há mais de 20 anos em Belo Horizonte (MG) que se autodenomina um "propositor", mais do que um compositor. Com esse estilo, foi selecionado pelo Concurso Cultura 2014 para divulgar a cultura brasileira. Ele se apresenta na capital mineira até 12 de julho, com entrada gratuita.

O artista possui um trabalho autoral na linha da experimentação. Em 2000, por exemplo, o artista criou e concebeu o "Enxadário: Orquestra de Enxadas", em que explora timbres da ferramenta agrícola como instrumento musical. Na sequência, o artista retoma sua criação com o quarteto, quando conduz o hino nacional brasileiro com o som da enxada. 

O Quarteto de Enxadas tem em sua formação os músicos Johnny Herno (percussão, enxadas e efeitos), Leonardo Brasilino (trombone e direção musical), Thiago de Melo (baixo acústico e enxadas), Markus Cupertino (bateria e enxadas), Almin de Oliveira (enxadas e congas) e condução do maestro das enxadas, Babilak.

Programação:

  • 6 de julho (domingo), às 17h - Centro Cultural Lagoa do Nado -  Rua Ministro Hermenegildo de Barros, 904,  Itapoã
  • 12 de julho (sábado), às 16h -  Museu de Arte da Pampulha - Av. Dr Otacílio Negrão Lima, 16585 - Pampulha
  • Classificação livre
  • Entrada franca
  • Informações: (31) 3077 0606

Fonte:
Ministério da Cultura 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Obras de Oscar Niemeyer são símbolos da arte brasileira
Espalhadas por todo o país, elas são protegidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)
Brasília completa 57 anos de história
Inaugurada em 21 de abril de 1960, Brasília foi o primeiro conjunto arquitetônico construído no século XX a ser tombado pela Unesco
Parabéns, Brasília!
Brasília, parabéns pelos seus 57 anos de fundação e pelos 30 anos como Patrimônio Mundial da Unesco!
Espalhadas por todo o país, elas são protegidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)
Obras de Oscar Niemeyer são símbolos da arte brasileira
Inaugurada em 21 de abril de 1960, Brasília foi o primeiro conjunto arquitetônico construído no século XX a ser tombado pela Unesco
Brasília completa 57 anos de história
Brasília, parabéns pelos seus 57 anos de fundação e pelos 30 anos como Patrimônio Mundial da Unesco!
Parabéns, Brasília!

Últimas imagens

O Prêmio tem o objetivo de incentivar a leitura e, sobretudo, o conhecimento da obra do poeta maranhense
O Prêmio tem o objetivo de incentivar a leitura e, sobretudo, o conhecimento da obra do poeta maranhense
Foto: Elza Lima/Governo do Pará
O arquipélago Fernando de Noronha é formado por 21 ilhas, com extensão de 26 quilômetros quadrados
O arquipélago Fernando de Noronha é formado por 21 ilhas, com extensão de 26 quilômetros quadrados
Divulgação/Embratur
Nos últimos 10 anos, Secretaria do Audiovisual contemplou 38 filmes de baixo orçamento em seis editais
Nos últimos 10 anos, Secretaria do Audiovisual contemplou 38 filmes de baixo orçamento em seis editais
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Podem ser inscritos projetos de ficção, documentário ou animação
Podem ser inscritos projetos de ficção, documentário ou animação
Divulgação/Prefeitura de Belo Horizonte
O Prêmio Camões consagra autores que enriquecem o patrimônio literário da língua portuguesa
O Prêmio Camões consagra autores que enriquecem o patrimônio literário da língua portuguesa
Divulgação/ manuelalegre.com

Governo digital