Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2014 > 06 > Belo Horizonte (MG) recebe o afroprogressivo Babilak

Cultura

Belo Horizonte (MG) recebe o afroprogressivo Babilak

Música

Paraibano radicado há mais de 20 anos em Belo Horizonte (MG) se autodenomina um "propositor", mais do que um compositor
por Portal Brasil publicado: 27/06/2014 18h16 última modificação: 30/07/2014 01h42
Divulgação/Ministério da Cultura Som experimental é uma constante na carreira de Babilak, que usa enxadas como instrumentos musicais

Som experimental é uma constante na carreira de Babilak, que usa enxadas como instrumentos musicais

"Afroprogressivo" é o gênero cunhado pelo grupo Babilak Bah & Quarteto de Enxadas para designar seu estilo musical. Babilak é o nome de um paraibano radicado há mais de 20 anos em Belo Horizonte (MG) que se autodenomina um "propositor", mais do que um compositor. Com esse estilo, foi selecionado pelo Concurso Cultura 2014 para divulgar a cultura brasileira. Ele se apresenta na capital mineira até 12 de julho, com entrada gratuita.

O artista possui um trabalho autoral na linha da experimentação. Em 2000, por exemplo, o artista criou e concebeu o "Enxadário: Orquestra de Enxadas", em que explora timbres da ferramenta agrícola como instrumento musical. Na sequência, o artista retoma sua criação com o quarteto, quando conduz o hino nacional brasileiro com o som da enxada. 

O Quarteto de Enxadas tem em sua formação os músicos Johnny Herno (percussão, enxadas e efeitos), Leonardo Brasilino (trombone e direção musical), Thiago de Melo (baixo acústico e enxadas), Markus Cupertino (bateria e enxadas), Almin de Oliveira (enxadas e congas) e condução do maestro das enxadas, Babilak.

Programação:

  • 6 de julho (domingo), às 17h - Centro Cultural Lagoa do Nado -  Rua Ministro Hermenegildo de Barros, 904,  Itapoã
  • 12 de julho (sábado), às 16h -  Museu de Arte da Pampulha - Av. Dr Otacílio Negrão Lima, 16585 - Pampulha
  • Classificação livre
  • Entrada franca
  • Informações: (31) 3077 0606

Fonte:
Ministério da Cultura 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
Cultura lança Programa Nacional de Fomento ao Audiovisual
Cinco editais destinarão mais de R$ 8,6 milhões para 135 projetos do setor
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade
Cinco editais destinarão mais de R$ 8,6 milhões para 135 projetos do setor
Cultura lança Programa Nacional de Fomento ao Audiovisual

Últimas imagens

Principais demandas por políticas e ações do ministério incluem os Pontos de Cultura e Vale-Cultura
Principais demandas por políticas e ações do ministério incluem os Pontos de Cultura e Vale-Cultura
Foto: Hozana Lima/Ministério da Cultura
Concurso vai investir em longas-metragens, curtas-metragens, séries de TV, mostras e festivais
Concurso vai investir em longas-metragens, curtas-metragens, séries de TV, mostras e festivais
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
Brasil foi pioneiro na candidatura de um local ligado à escravidão africana ao título de patrimônio mundial
Brasil foi pioneiro na candidatura de um local ligado à escravidão africana ao título de patrimônio mundial
Arquivo/Prefeitura do Rio de Janeiro
Brasil foi pioneiro na candidatura de um local ligado à escravidão africana ao título de patrimônio mundial
Brasil foi pioneiro na candidatura de um local ligado à escravidão africana ao título de patrimônio mundial
Arquivo/Prefeitura do Rio de Janeiro
Sítio é o 14º patrimônio cultural da humanidade localizado ou com origem no Brasil
Sítio é o 14º patrimônio cultural da humanidade localizado ou com origem no Brasil
Foto: Oscar Liberal/Iphan

Governo digital