Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2014 > 09 > Música brasileira marca presença na Womex 2014

Cultura

Música brasileira marca presença na Womex 2014

Fomento

Selecionados em edital receberão ajuda de custo para passagem, hospedagem, alimentação e inscrição no evento na Espanha
publicado: 30/09/2014 11h13 última modificação: 30/09/2014 11h13

A Secretaria da Economia Criativa (SEC), do Ministério da Cultura (MinC), divulgou, nessa segunda-feira (29), a lista dos selecionados para participar da Womex 2014, festival mundial de música, que acontecerá em Santiago de Compostela, na Espanha, de 22 a 26 de outubro.

A ação faz parte do edital Conexão Cultura Brasil #Negócios, que tem como objetivo oferecer oportunidades aos empreendedores da cultura de abrir novos mercados para seus bens e serviços criativos. Os selecionados receberão ajuda de custo para passagem, hospedagem, alimentação e inscrição no evento e participarão dos espaços de negócios da Womex, entre outras atividades. 

Nesta primeira edição, o programa levará delegações formadas por produtores brasileiros para encontros de mercado internacionais nas áreas de música, artes cênicas e arte contemporânea. 

Exportação da música brasileira 

Dentre os 20 selecionados para a Womex 2014 estão representantes de artistas expoentes da música nacional dos mais variados estilos e regiões. Os produtores representam tanto grupos consagrados quanto artistas populares e novos nomes do cenário musical brasileiro. 

O rock, o forró, o rap, o eletrônico, o samba, entre outros ritmos, estarão representados pelos produtores do Bnegão, Vanessa Da Mata, João Bosco, Carlos Malta e Pife Muderno, Mariene de Castro, DJ Dolores, Mundo Livre S/A, o rapper brasiliense GOG, Anelis Assumpção, a Orkestra Rumpilezz, Lazzo Matumbi, Autoramas, Maíra Freitas, Virgínia Rodrigues, Wilson das Neves, Orquestra Imperial, Nicolas Krassik, Marcos Sacramento e o Grupo Bixiga 70. 

Cultura popular 

Serão levados também para a Espanha o Carimbó de Dona Onete, do Pará; o Samba de Roda da Bahia, do grupo Samba Chula de São Braz e de Dona Nicinha; e Raízes de Santo Amaro, ambos reconhecidos como Patrimônios Imateriais pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). 

Além dos estilos da cultura popular do Pará e da Bahia, estará presente na Womex 2014 o representante do grupo Meninas de Sinhá, de Minas Gerais. 

Artistas que se destacaram no carnaval de rua carioca, tais como o grupo Casuarina e o Bloco do Sargento Pimenta, que toca Beatles em ritmo de samba, e o sambista da velha-guarda do Rio, Wilson das Neves, também estarão presentes no mercado. 

"As ações de formação e de promoção da cultura brasileira do Programa Conexão Cultura Brasil viabilizam a presença de artistas, produtores e estudantes em eventos culturais e de mercado e em cursos técnicos, artísticos e acadêmicos em todo o Brasil e no exterior. Essas conexões são fundamentais para os fazedores de cultura e para o posicionamento da cultura como eixo estratégico do desenvolvimento do país. Em 2015, essas ações serão intensificadas", afirma o secretário da Economia Criativa do MinC, Marcos André Carvalho. 

Sobre o Conexão Cultura Brasil #Negócios 

O edital selecionará 60 empreendedores para três eventos internacionais estratégicos: o World Music Expo - WOMEX 2014, o Festival Santiago a Mil 2015 e a Feira Internacional de Arte Contemporânea - Arco Madrid 2015. Para o Womex 2014, a SEC recebeu 143 propostas, das quais 20 foram selecionadas. 

A chamada pública do edital foi lançada no dia 31 de julho de 2014 e possui investimento de R$ 400.000,00 do Ministério da Cultura. 

Fonte:

Ministério da Cultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade

Últimas imagens

No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Governo digital