Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2015 > 03 > Brasil de Todas as Telas anuncia investimentos em longas-metragens

Cultura

Brasil de Todas as Telas anuncia investimentos em longas-metragens

Chamadas públicas

Dez projetos de cinco estados receberão R$ 6,18 milhões em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual
por Portal Brasil publicado: 13/03/2015 17h09 última modificação: 13/03/2015 17h09

A Agência Nacional de Cinema (Ancine), o Banco Regional de Desenvolvimento Econômico do Extremo Sul (BRDE) e o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) anunciaram novos investimentos do Programa Brasil de Todas as Telas.

A iniciativa abrange dez projetos inscritos em três chamadas públicas que funcionam na modalidade de fluxo contínuo. O valor total da operação é de R$ 6.180.799,00, em recursos do Fundo.

O Comitê de Investimentos do FSA selecionou nesta rodada sete projetos inscritos na chamada Prodecine 04/2013, que investe na complementação de recursos para a produção de longas-metragens, acelerando a chegada das obras às salas de cinema. 

Para se candidatarem a receber os recursos disponibilizados nesta linha, os projetos precisam comprovar a captação de no mínimo 40% dos itens financiáveis do orçamento. Foram contemplados seis projetos de ficção e um projeto de animação de produtoras do Rio de Janeiro, São Paulo, Amazonas e do Distrito Federal. 

Pela chamada Prodav 01/2013, de apoio à produção de conteúdo para a televisão, foram selecionadas duas séries, uma de ficção e uma documental, da Medialand Produção e Comunicação, para veiculação inicial nas emissoras Play TV e BBC. Fechando o anúncio do pacote de investimentos, o longa-metragem “Os pobres diabos”, de Rosemberg Cariry, receberá R$ 200 mil em recursos destinados à fase de comercialização, por meio da chamada PRODECINE 03/2014.

Confira abaixo as fichas técnicas com os detalhes dos seis projetos selecionados:

Prodecine 04/2013

Projeto: "Antes o tempo não acabava" (ficção)

Proponente: Sérgio J de Andrade (AM)

Distribuidora: Livres Distribuidora

Direção e Roteiro: Sérgio Andrade

Valor investido pelo FSA: R$ 493.722,00

Sinopse: O indígena Anderson passa por um processo de rompimento com as tradições arcaicas. É um jovem de 20 anos, que vive em sua comunidade, instalada na periferia de Manaus. Após entrar em choque com os rituais de sua tribo, ele parte para o centro da cidade, passando a enfrentar uma nova realidade. Ele terá que lidar com conflitos não só internos, mas com o novo ambiente e pessoas que o cercam, num processo que culmina no seu amadurecimento.

Projeto: "O corpo e a palavra" (ficção)

Proponente: Taiga Filmes e Vídeo (RJ)

Distribuidora: Tucuman

Direção e Roteiro: Lucia Murat

Valor investido pelo FSA: R$ 350 mil

Sinopse: Uma intelectual, aos 80 anos, ao se deparar com as questões da velhice e da morte, recorda a perda da mãe 30 anos antes - época em que ela estava em pleno vigor e no ápice da sua carreira de escritora. Tratando dessas questões de uma forma poética, o filme pretende apresentar sob novos olhos a questão da velhice e mostrar como é diferente a vivência da perda do outro da própria sensação de perda. Livremente inspirado em textos da Simone de Beauvoir e no livro "Une mort très douce" (uma morte muito doce).

Projeto: "Órfãos do Eldorado" (ficção)

Proponente: Matizar Produções Artísticas (RJ)

Distribuidora: Downtown

Direção e roteiro: Guilherme Coelho

Valor investido pelo FSA: R$ 550 mil

Sinopse: Baseado no livro “Órfãos do Eldorado” de Milton Hatoum. Inteiramente rodado na região Amazônica, o filme investe no tom fabular e mítico, dialogando com lendas indígenas que influenciam a história e os personagens - sem, no entanto, reduzi-los a isto. O filme trata de um amor impossível e irresistível. Uma relação atravessada por um conflito entre pai e filho. Uma história de amor, obsessão e tragédia. O enlouquecimento de um homem fragilizado por sua própria história.

Projeto: "A tropa de trapo - Na selva do arco-íris" (animação)

Proponente: Raiz Produções Cinematográficas (SP)

Distribuidora: Raiz Distribuidora

Direção: Alex Colls

Roteiro: Lola Beccaria

Valor investido pelo FSA: R$ 140.937,00

Sinopse: Em uma divertida aventura, nossa simpática Tropa viajará até a Selva do Arco- íris, que se encontra no coração da Amazônia brasileira, para salvar os macacos do perigo da extinção e ajudar a recuperar as cores do arco-íris que, por conta da poluição do planeta, estão se apagando e perdendo seu brilho original. Isso parece indicar que as cores do planeta podem desaparecer para sempre. E a Tropa não pode deixar isso acontecer.

Projeto: "Ponto zero" (ficção)

Proponente: Mínima Concepção e Produção Visual (SP)

Distribuidora: Pandora

Direção e roteiro: José Pedro Goulart

Valor investido pelo FSA: R$ 400 mil

Sinopse: Esta é uma história de fantasmas: Ênio, com quase 15 anos, há tempos não acredita neles, mas tem que lidar com a mãe, que acredita. E com o pai, que em casa é quase um fantasma. Além disso, há os fantasmas da vida adulta que se aproxima; e um episódio terrível que irá mostrar a todos o quanto um fantasma pode ser real.

Projeto: "O outro lado do paraíso" (ficção)

Proponente: Mercado Cultural (DF)

Distribuidora: Europa Filmes

Direção: André Ristum

Roteiro: Marcelo Muller

Valor investido pelo FSA: R$ 1,5 milhão

Sinopse: O filme conta, pelos olhos de um menino de 12 anos, um capítulo efervescente da história do País, a partir dos sonhos e decepções de uma família do interior do Brasil. O menino narra, com um misto de admiração, amor, respeito e perplexidade, as aventuras do pai, um idealista sonhador que, no Brasil dos anos 60, deixa o interior de Minas para viver com a família em uma Brasília, recém inaugurada, com muitas obras ainda em andamento.

Projeto: "Blitz" (ficção)

Proponente: Kinosfera Filmes e Produções Artísticas (SP)

Distribuidora: Pandora

Direção: Renê Brasil

Roteiro: Renê Brasil e Bosco Brasil

Valor investido pelo FSA: R$ 745.779,00

Sinopse: Rosinha e Helô se amam profundamente e mesmo quando o filho deles Zequinha morreu ainda criança se sustentaram na tristeza e no amor. Mas hoje, Helô não reconhece mais seu marido. Ele está sendo acusado de ter matado uma criança numa blitz. Rosinha se diz inocente. Helô arruma as malas para sair de casa. Ela e Rosinha vão ter uma conversa definitiva para colocar toda sua história em pratos limpos.

Prodav 01

Projeto: "Game Bros" (ficção)

Proponente: Medialand Produção e Comunicação (SP)

Emissora: Play TV

Direção: Carla Albuquerque

Roteiro: Beto Ribeiro

Valor investido pelo FSA: R$ 1 milhão

Sinopse: “Game Bros” é uma série de ficção que passeia pelo mundo dos jovens dos anos 2010, com seus smartphones, computadores, vidas mais virtuais que reais. Por trás dos ‘famosos dos aplicativos’ ou dos jogadores de game que são verdadeiras celebridades nesse universo de videogame, vamos encontrar uma turma que não sabe muito bem se dividir entre o mundo fácil dos aplicativos de celular e aquele mais antigo, feito de homens e mulheres comuns.

Projeto: "Terra Brasil" (documentário)

Proponente: Medialand Produção e Comunicação (SP)

Emissora: BBC

Direção: Carla Albuquerque

Roteiro: Beto Ribeiro

Valor investido pelo FSA: R$ 800 mil

Sinopse: Na série  documental “Terra Brasil” vamos descobrir como ingredientes tão ‘comuns’ da natureza se tornaram verdadeiras bandeiras-ícones de uma área específica do Brasil. Especialistas contam e explicam a origem desses ingredientes, como foram descobertos pelos brasileiros, como chegaram até a culinária daquela região, o que aconteceria com a cultura local se, simplesmente, tal ingrediente acabasse? É possível substituir o paladar de alguém? Nesta série, conhecemos o Brasil pela alquimia da culinária.

Prodecine 03

Projeto: "Os pobres diabos" (ficção)

Proponente: Cariri Produções Artísticas (CE)

Distribuidora: Lume Filmes

Direção e Roteiro: Rosemberg Cariry

Valor investido pelo FSA: R$ 200 mil

Sinopse: O  “Gran Circo Teatro Americano” perambula por pequenas cidades dos sertões, até chegar à cidade de Aracati, onde monta uma peça teatral. No cotidiano do circo, acontecem aventuras, nas quais os personagens agem ao modo picaresco dos anti-heróis da literatura de cordel e do romanceiro popular. As dificuldades se acumulam, mas a arte ajuda a superar desventuras e tragédias. O espetáculo não pode parar.

Fonte:

Agência Nacional de Cinema

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade

Últimas imagens

No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Governo digital