Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2015 > 12 > Brasil entrega ratificação ao Tratado de Marraqueche

Cultura

Brasil entrega ratificação ao Tratado de Marraqueche

OMPI

Em Genebra, Estado brasileiro recebe elogios por causa da adesão ao acordo internacional
por Portal Brasil publicado: 11/12/2015 18h43 última modificação: 14/12/2015 15h40

O Estado brasileiro realizou, nesta sexta-feira (11), o depósito da carta de ratificação ao Tratado de Marraqueche. Por meio dela, os países signatários do acordo assumem o compromisso de criar instrumentos nas respectivas legislações que permitam a reprodução e a distribuição de obras, livros e textos em formato acessível a pessoas com deficiência visual, como o Braille, sem necessidade de requisitar autorização ao titular dos direitos autorais.

Em Genebra, sede da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), o diretor de Direitos Intelectuais do Ministério da Cultura (MinC), Marcos Souza, participou da 31ª Sessão do Comitê Permanente de Direito do Autor e Direitos Conexos e da cerimônia de entrega da carta. A participação brasileira foi elogiada por Francis Gurry, diretor geral da OMPI, que agradeceu ao governo federal por ter dado continuidade à iniciativa.

Embaixador brasileiro, Marcos Galvão salientou a relevância do acordo. Ele pediu aos países ainda não signatários que assinem o tratado. "Estamos confiantes de que podemos atingir a meta de 20 ratificações antes da próxima Assembleia Geral, de modo que a união Marraqueche pode reunir-se pela primeira vez ainda em 2016", disse.

A presidenta Dilma Rousseff assinou a carta de ratificação em 1º de dezembro, depois de a adesão ao Tratado de Marraqueche receber aval das duas casas do Congresso Nacional, Câmara dos Deputados e Senado Federal, em tramitação equivalente a de Emendas Constitucionais.  

O tratado entrará em vigor depois de ratificado em 20 países. Até o momento, Brasil, Argentina, Austrália, Coreia do Sul, El Salvador, Emirados Árabes Unidos, Índia, Mali, México, Mongólia, Paraguai, Cingapura e Uruguai assinaram o acordo.

A cerimônia foi transmitida ao vivo pela internet, no site da OMPI. Também estiveram presentes no evento os secretários Rodrigo Mendes Araújo e Cleiton Schenkell, da missão brasileira em Genebra.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Cultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade

Últimas imagens

Objetivo é atender grupos que não têm oportunidade de narrar histórias e expor tradições em museus
Objetivo é atender grupos que não têm oportunidade de narrar histórias e expor tradições em museus
Divulgação
Em Brasília, um dos pontos em que haverá programação é o Memorial dos Povos Indígenas
Em Brasília, um dos pontos em que haverá programação é o Memorial dos Povos Indígenas
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília
PIB da Cultura já existe em 21 países no mundo, sendo sete na América do Sul, como Chile e Argentina
PIB da Cultura já existe em 21 países no mundo, sendo sete na América do Sul, como Chile e Argentina
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília
Acordo começou a ser negociado há mais de uma década pelo MinC
Acordo começou a ser negociado há mais de uma década pelo MinC
Renato Araujo/Agência Brasil
Esta é a primeira edição do edital de coprodução com o México
Esta é a primeira edição do edital de coprodução com o México
Divulgação/Ancine

Governo digital