Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2016 > 03 > Dia Internacional da Mulher tem agenda cultural da Caixa em 4 capitais

Cultura

Dia Internacional da Mulher tem agenda cultural da Caixa em 4 capitais

Caixa Cultural

Programação da semana inclui homenagem a cinco grandes escritoras brasileiras, exposição de Frida Kahlo e lançamento de livros
publicado: 08/03/2016 11h27 última modificação: 08/03/2016 20h22

Na semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher (8), a Caixa Cultural promove uma homenagem, no Rio de Janeiro, a cinco escritoras brasileiras consagradas: Clarice Lispector, Cecília Meireles, Lygia Fagundes Telles, Rachel de Queiros e Patrícia Galvão (Pagu).

Em sua quinta edição, o Encontro de cronópios terá seis noites de atividades, a partir desta terça-feira (8), cuja programação prevê a leitura dramatizada de textos em prosa e verso por atrizes, seguida da exibição de filmes baseados na vida e obra das escritoras homenageadas e bate-papo de encerramento.

Entre as debatedoras está a cineasta Suzana Amaral, diretora do aclamado A Hora da Estrela, baseado na obra de Clarice Lispector, que terá uma sessão nesta terça-feira. Para ela, que, além de cinema, é apaixonada por literatura, é preciso que as mulheres sigam conquistando espaço na área cultural.

“Nunca sofri preconceito quanto ao meu trabalho. Sou uma pessoa que batalha pelas coisas e enfrenta qualquer questão. Mas acho que o Brasil precisa colocar a cultura no seu devido patamar e valorizá-la”, diz a paulista de 84 anos, que iniciou a carreira no final dos anos 1960.

Frida Kahlo em exposição

A exposição Frida Kahlo: Conexões entre mulheres surrealistas no México, feita especialmente para o Brasil, ficará em cartaz em três galerias da Caixa Cultural Rio de Janeiro até o dia 27 de março. São obras da artista e de outras 14 mulheres mexicanas ou radicadas no País. A curadoria é da pesquisadora Teresa Arcq. A exposição é gratuita.

Em Brasília, a Caixa Cultural recebe o lançamento da nova edição dos livros Coletânea Lina Bo Bardi, organizado pelo arquiteto Marcelo Ferraz; e O turista aprendiz, de Mário de Andrade, como parte da programação da mostra Patrimônio imaterial brasileiro – a celebração viva da cultura dos povos.

Recife

A Caixa Cultural Recife, prédio histórico localizado na Praça do Marco Zero, ganhará uma iluminação especial em lilás, cor que representa o movimento pelos direitos das mulheres, para um concerto de câmara da Orquestra Criança Cidadã. A apresentação gratuita começa às 19h30 e será conduzida por um trio (piano, violino e violoncelo) e dois quartetos de cordas (dois violinos, viola e violoncelo).

O repertório incluirá obras dos gênios clássicos Beethoven e Haydn e do bandoneonista argentino, Astor Piazzola. Os grupos de câmara são formações pensadas para ambientes reduzidos, por isso utilizam uma fração dos músicos e intrumentos de uma orquestra sinfônica. Isso exige uma maior interação entre o grupo.

Luzes em Fortaleza

Em Fortaleza, quase 50 luzes irão prover uma iluminação lilás ao jardim da Caixa Cultural durante março. A visitação ao espaço é gratuita, sempre de terça-feira a sábado, das 10h às 19h e, aos domingos, das 10h às 19h.

Tombado pelo patrimônio histórico, o prédio onde já funcionou a Receita Federal e a Alfândega, hoje tem cine teatro com 185 lugares, três galerias de arte, sala de ensaios, salas para oficinas de arte-educação, foyer, livraria e espaço para um café cultural.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Caixa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Obras de Oscar Niemeyer são símbolos da arte brasileira
Espalhadas por todo o país, elas são protegidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)
Brasília completa 57 anos de história
Inaugurada em 21 de abril de 1960, Brasília foi o primeiro conjunto arquitetônico construído no século XX a ser tombado pela Unesco
Parabéns, Brasília!
Brasília, parabéns pelos seus 57 anos de fundação e pelos 30 anos como Patrimônio Mundial da Unesco!
Espalhadas por todo o país, elas são protegidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)
Obras de Oscar Niemeyer são símbolos da arte brasileira
Inaugurada em 21 de abril de 1960, Brasília foi o primeiro conjunto arquitetônico construído no século XX a ser tombado pela Unesco
Brasília completa 57 anos de história
Brasília, parabéns pelos seus 57 anos de fundação e pelos 30 anos como Patrimônio Mundial da Unesco!
Parabéns, Brasília!

Últimas imagens

O Prêmio tem o objetivo de incentivar a leitura e, sobretudo, o conhecimento da obra do poeta maranhense
O Prêmio tem o objetivo de incentivar a leitura e, sobretudo, o conhecimento da obra do poeta maranhense
Foto: Elza Lima/Governo do Pará
O arquipélago Fernando de Noronha é formado por 21 ilhas, com extensão de 26 quilômetros quadrados
O arquipélago Fernando de Noronha é formado por 21 ilhas, com extensão de 26 quilômetros quadrados
Divulgação/Embratur
Nos últimos 10 anos, Secretaria do Audiovisual contemplou 38 filmes de baixo orçamento em seis editais
Nos últimos 10 anos, Secretaria do Audiovisual contemplou 38 filmes de baixo orçamento em seis editais
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Podem ser inscritos projetos de ficção, documentário ou animação
Podem ser inscritos projetos de ficção, documentário ou animação
Divulgação/Prefeitura de Belo Horizonte
O Prêmio Camões consagra autores que enriquecem o patrimônio literário da língua portuguesa
O Prêmio Camões consagra autores que enriquecem o patrimônio literário da língua portuguesa
Divulgação/ manuelalegre.com

Governo digital