Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2017 > 04 > Ministério desenvolve ações que valorizam cultura indígena

Cultura

Ministério desenvolve ações que valorizam cultura indígena

Dia do Índio

O Ministério da Cultura promove diversas ações como a preservação de idiomas e o apoio ao treinamento de atletas
por Portal Brasil publicado: 19/04/2017 18h00 última modificação: 19/04/2017 18h20

Para valorizar a cultura e identidade dos povos indígenas brasileiros, o Ministério da Cultura (MinC) promove diversas ações como a preservação de idiomas e o apoio ao treinamento de atletas. Nesta quarta-feira (19), comemora-se o dia do Índio.

De acordo com o último censo demográfico realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2010, foram registradas 274 línguas indígenas faladas por 305 etnias diferentes no Brasil.

"Tirar os povos indígenas da invisibilidade é um dos objetivos do Ministério da Cultura: fazer com que o País conheça, reconheça e mostre ao mundo os indígenas brasileiros", explica a responsável pelo projeto, a antropóloga e museóloga Ione Carvalho, assessora especial do ministro da Cultura.

O projeto mais recente é o de levar indígenas brasileiros aos Jogos Olímpicos de 2024. A ideia inicial é trabalhar com três modalidades: canoagem, tiro com arco e lutas.

O projeto atende a uma demanda dos próprios povos indígenas. Inicialmente, beneficiará os povos do Xingu, mas a expectativa é que seja expandido para todo o País. A Confederação Brasileira de Canoagem vai doar, com patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), 15 canoas e caiaques para as comunidades. 

Idiomas indígenas

O MinC pretende ainda implementar ações para registrar as línguas indígenas e evitar que elas desapareçam. "Esse trabalho é urgente. O MinC deve colaborar não apenas com registro do idioma, mas da cultura, das pinturas corporais, da alimentação", informa Ione Carvalho.

Inventário Nacional da Diversidade Linguística

Em 2010, foi criado o Inventário Nacional da Diversidade Linguística. Gerido pelo Ministério da Cultura, trata-se de um instrumento oficial de identificação, documentação, reconhecimento e valorização das línguas faladas pela sociedade brasileira.

Nele, constam seis idiomas indígenas como Referência Cultural Brasileira: a língua Asurini, que pertence ao tronco Tupi, da família linguística Tupi-Guarani, em Tucuruí (PA); a língua Guarani Mbya, identificada como uma das três variedades modernas da língua Guarani, e as línguas Nahukuá, Matipu, Kuikuro e Kalapalo, de família linguística Karib e faladas na região do Alto Xingu (MT).

Fonte: Portal Brasil, com informações do MinC

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade

Últimas imagens

No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Governo digital