Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2017 > 05 > Ancine divulga vencedores do primeiro edital de games

Cultura

Ancine divulga vencedores do primeiro edital de games

Entretenimento

Edital recebeu a inscrição de 123 projetos de jogos eletrônicos para a exploração comercial em consoles, computadores ou dispositivos móveis
por Portal Brasil publicado: 04/05/2017 16h33 última modificação: 05/05/2017 10h11
Rovena Rosa/Agência Brasil As inscrições para a segunda edição do edital PRODAV 14/2017 estarão abertas a partir da próxima segunda-feira (8)

As inscrições para a segunda edição do edital PRODAV 14/2017 estarão abertas a partir da próxima segunda-feira (8)

Nesta sexta-feira (5), a Agência Nacional do Cinema (Ancine) divulga os vencedores do primeiro edital de jogos eletrônicos do Programa Brasil de Todas as Telas, que financiará R$ 10 milhões na produção de novos games brasileiros.  

Durante o anúncio, que será feito no Escritório Regional da Ancine, em São Paulo, ainda será lançada a segunda edição da chamada pública, também no valor de R$ 10 milhões em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual. 

O edital do ano passado (Prodav 14/2016) recebeu a inscrição de 123 projetos de jogos eletrônicos para a exploração comercial em consoles, computadores ou dispositivos móveis inscritos, dos quais 39 foram classificados para a fase de Defesa Oral. 

“O mercado consumidor de jogos eletrônicos no Brasil cresce rapidamente e movimenta bilhões de dólares por ano. Mas além de sua importância econômica e tecnológica, o setor é, também, um campo fértil para a produção cultural. Estimulando nossa produção, que ainda é incipiente e inferior ao que podemos realizar, fortalecemos também a difusão da cultura brasileira”, avalia o diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel. 

Nova chamada 

As inscrições para a segunda edição do edital Prodav 14/2017 estarão abertas a partir da próxima segunda-feira (8). Os recursos do novo edital serão distribuídos entre três categorias. A categoria “A” contempla projetos de até R$ 1 milhão cada. Já a “B”, projetos de até R$ 500 mil. Quanto à categoria “C”, ela é destinada a projetos de até R$250 mil. 

Assim como nos demais editais do Programa Brasil de Todas as Telas, no mínimo 30% dos recursos serão destinados para projetos de empresas sediadas nas Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste; e no mínimo 10% para produtoras da Região Sul e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo. 

Além dos vencedores do edital, todas as empresas proponentes classificadas para a fase de Defesa Oral poderão se candidatar aos recursos do Procult/BNDES, pleiteando o valor mínimo de R$ 1 milhão. 

Fonte: Portal Brasil, com informações da Ancine

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade

Últimas imagens

No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
No acumulado do ano, aumento foi de 6,25%. Representantes do setor afirmam que crescimento da economia deve manter índices positivos até o fim de 2017
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Governo digital