Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2017 > 07 > Brics estabelece plano de ação para cultura

Cultura

Brics estabelece plano de ação para cultura

Cooperação internacional

Plano vai aproximar produção cultural dos países e promover cooperação técnica e intercâmbio em diversos setores
por Portal Brasil publicado: 07/07/2017 10h36 última modificação: 07/07/2017 10h36
Foto: Edgar Rocha/Iphan Ações ocorrerão em eixos como cultura e artes; patrimônio cultural; e indústria cultural

Ações ocorrerão em eixos como cultura e artes; patrimônio cultural; e indústria cultural

Os cinco países que compõem o Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) terão um plano de ação conjunto para a área da cultura. Aprovado durante a 2ª Reunião de Ministros da Cultura dos Brics, nesta quinta-feira (6), o plano é válido para o período 2017-2021 e aproxima a produção cultural das nações participantes.

O acordo vai promover cooperação técnica e intercâmbio em ações como preservação de livros raros, funcionamento de bibliotecas digitais, compartilhamento de documentos, produção jornalística e realização de feiras e festivais. Está previsto, ainda, o estímulo à tradução e à divulgação de livros, bem como à proteção, à preservação e à restauração de patrimônio histórico.

Foram definidos quatro eixos de ações conjuntas: cultura e artes; patrimônio cultural; indústria cultural; e biblioteca, mídia, publicações e arquivo. Foram assinadas também cartas de intenções para a criação de quatro Alianças Brics: de Museus, de Bibliotecas, de Teatro Infantil e de Museus de Arte e Galerias Nacionais.

Uma das principais preocupações do plano é o combate ao tráfico ilícito de bens culturais. O Brics deve assinar, ainda, um acordo específico para proibir e prevenir esse tipo de crime e criar comitês executivos que ficarão encarregados de levar adiante as iniciativas.

“O Plano de Ação representa um marco nas relações do Brics e permitirá efetivar, com ações concretas, a cooperação entre Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul na área da cultura", disse o diretor do Departamento de Promoção Internacional (Deint) do Ministério da Cultura, Adam Muniz.

O plano de ação estava previsto no Acordo entre os Governos dos Estados do bloco sobre Cooperação na Área da Cultura, assinado em 2015, na primeira reunião de ministros, na Rússia.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Cultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade

Governo digital