Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2017 > 07 > Festival de Ouro Preto e Mariana completa 50 anos

Cultura

Festival de Ouro Preto e Mariana completa 50 anos

Eventos

No dia 22, sinos de várias igrejas irão tocar ao mesmo tempo em toda a cidade; diversos eventos estão programados
por Portal Brasil publicado: 14/07/2017 19h33 última modificação: 14/07/2017 19h49
Divulgação/Iphan Programação traz diversos eventos sobre conservação do patrimônio cultural e histórico

Programação traz diversos eventos sobre conservação do patrimônio cultural e histórico

O Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, que ocorre até 23 de julho, celebra seu cinquentenário neste ano. O evento é um dos mais tradicionais festivais culturais do Brasil.

Em comemoração terá um momento marcante no dia 22: sinos de 11 igrejas em Ouro Preto irão tocar simultaneamente seus badalos, formando melodia em celebração que remete ao Ofício de Sineiro e ao Toque dos Sinos - bens registrados em Minas Gerais como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

Eventos

Em parceria com o Instituto Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), haverá também mesa redonda com o tema Educação e Patrimônio, para discutir o papel da escola na educação patrimonial e informar os estudante sobre a importância da participação social na defesa do Patrimônio Cultural. 

Haverá também o seminário Patrimônio Imaterial - Efeitos e Desdobramentos do Reconhecimento, que reunirá profissionais da área para duas sessões com foco nos desafios da salvaguarda do patrimônio cultural, cuja política brasileira é referência mundial. As inscrições são limitadas para 150 vagas e as atividades serão realizadas no Salão São João Del Rei, no Centro de Artes e Convenções da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Ao final do seminário, serão lançadas publicações que discutem o tema: o Compêndio dos Editais do Programa Nacional do Patrimônio Imaterial e as cartilhas Patrimônio Cultural Imaterial: Para Saber Mais, voltadas para a sociedade civil.

A programação do Festival de Inverno traz ainda a exposição Iphan em Minas Gerais – 80 Anos de História, que ficará aberta entre 19 e 22 de julho, das 9h às 18h, no Salão Sabará do Centro de Artes e Convenções da UFOP. A mostra trata do patrimônio cultural de Minas Gerais, que possui cerca de 40% dos bens tombados pela instituição em todo o País.

Fonte: Iphan

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
O tombamento tem o objetivo de preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental para a população
Iphan preserva mais de 87 conjuntos urbanos tombados
Jovens de 15 a 29 anos podem baixar aplicativo para ter acesso à meia-entrada em eventos culturais e descontos em viagens
ID Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda
O local resgata a história e remete a um dos mais graves crimes contra a humanidade: a escravidão
Cais do Valongo é declarado Patrimônio Mundial da Humanidade

Últimas imagens

OTeatro Ópera de Arame Curitiba (PR) foi construído em 75 dias e inaugurado em 1992
OTeatro Ópera de Arame Curitiba (PR) foi construído em 75 dias e inaugurado em 1992
Foto:Orlando Kissner/Prefeitura de Curitiba
Objetivo é atender grupos que não têm oportunidade de narrar histórias e expor tradições em museus
Objetivo é atender grupos que não têm oportunidade de narrar histórias e expor tradições em museus
Divulgação
Em Brasília, um dos pontos em que haverá programação é o Memorial dos Povos Indígenas
Em Brasília, um dos pontos em que haverá programação é o Memorial dos Povos Indígenas
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília
PIB da Cultura já existe em 21 países no mundo, sendo sete na América do Sul, como Chile e Argentina
PIB da Cultura já existe em 21 países no mundo, sendo sete na América do Sul, como Chile e Argentina
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília
Acordo começou a ser negociado há mais de uma década pelo MinC
Acordo começou a ser negociado há mais de uma década pelo MinC
Renato Araujo/Agência Brasil

Governo digital