Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2017 > 12 > Iphan destina recursos para reformar Estação Ferroviária de Goiânia

Cultura

Iphan destina recursos para reformar Estação Ferroviária de Goiânia

Patrimônio

Edifício é um dos mais simbólicos da capital de Goiás; obras devem ser concluídas até o fim de 2018
publicado: 14/12/2017 15h47 última modificação: 14/12/2017 15h47

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) vai repassar R$ 5,87 milhões para a reforma da Estação Ferroviária de Goiânia. A ordem de serviço foi assinada nessa quarta-feira (13) entre o Iphan e a prefeitura da cidade. O local, que tem um acervo Art Déco, é um dos principais ícones da capital de Goiás. 

A obra será executada pelo Iphan com apoio da prefeitura. Antes de iniciar os trabalhos, será realizado um detalhamento do projeto executivo da obra. Estão previstos a restauração dos dois afrescos de Frei Nazareno Confaloni, serviços de paisagismo e implantação de equipamentos urbanos ao redor da estação. 

Essas intervenções irão atender às necessidades propostas pela Secretaria Municipal de Cultura. A restauração deve ser concluída até o fim de 2018. 

História 

A Estação Ferroviária de Goiânia foi inaugurada em 1950. Com afrescos de Frei Nazareno Confaloni, ela foi o destino de trens de cargas e passageiros que viajavam pela Estrada de Ferro Goyas por 30 anos. Em Goiânia, ela é considerada como um dos mais importantes edifícios da cidade. Por esse motivo, ela foi tombada pelo Iphan em 2002.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Iphan 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil