Você está aqui: Página Inicial > Cultura > 2017 > 12 > Revitalização do Museu do Ipiranga terá apoio do Governo do Brasil

Cultura

Revitalização do Museu do Ipiranga terá apoio do Governo do Brasil

Monumento

Reabertura do local deve ocorrer durante comemorações dos 200 anos da Independência
publicado: 22/12/2017 16h38 última modificação: 22/12/2017 16h54

O Museu do Ipiranga, em São Paulo, será restaurado com o apoio do Ministério da Cultura. Nessa quinta-feira (21), o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, esteve com o reitor da Universidade de São Paulo (USP), Marco Antonio Zago, para discutir a revitalização do local, que é um órgão da universidade e está fechado há quatro anos. 

Para financiar a obra, a USP poderá solicitar os incentivos da Lei Rouanet. A restauração deve custar cerca de R$ 80 milhões e começar em 2019, com conclusão prevista para o fim de 2021. Serão restauradas as fachadas, a cobertura e as instalações hidráulicas e elétricas. 

A intenção é reabrir o museu para visitação em 2022, em comemorações ao 200 anos da Independência do Brasil. "A revitalização do Museu do Ipiranga é um dos eixos das comemorações. O Museu do Ipiranga e o Museu de Petrópolis são dois centros das celebrações. Aqui é fundamental. Vamos conjugar todos os esforços para que isso seja viabilizado", afirmou Sá Leitão. 

História 

O Museu do Ipiranga foi inaugurado em 7 de setembro de 1895 como museu de História Natural e marco representativo da Independência, da História do Brasil e Paulista. Atualmente, tem um acervo de mais de 125 mil unidades, entre objetos, iconografia e documentação textual, do século 17 até meados do século 20.

O acervo do museu ajuda a compreender a formação da sociedade brasileira, especialmente no que se refere à história paulista e conta com uma equipe especializada de curadoria. 

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério da Cultura 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil