Você está aqui: Página Inicial > Defesa e Segurança > 2011 > 01 > Governo federal dará reforço para reestruturar Defesa Civil em nível nacional

Defesa e Segurança

Governo federal dará reforço para reestruturar Defesa Civil em nível nacional

por Portal Brasil publicado: 17/01/2011 21h09 última modificação: 28/07/2014 14h39
Roberto Stuckert Filho/PR Ministro Aloízio Mercadante junto com ministros Fernando Bezerra (Integração Nacional), Nelson Jobim (Defesa) e José Eduardo Cardozo (Justiça), anuncia o plano nacional de alerta e prevenção de desastres naturais

Ministro Aloízio Mercadante junto com ministros Fernando Bezerra (Integração Nacional), Nelson Jobim (Defesa) e José Eduardo Cardozo (Justiça), anuncia o plano nacional de alerta e prevenção de desastres naturais

O ministro Fernando Bezerra informou que a presidenta Dilma Rousseff autorizou o reforço de pessoal para a reestruturação da Defesa Civil. Em princípio, o reforço se dará por meio da realocação de servidores de outros órgãos. “Estamos fazendo uma ampla reflexão e é evidente que precisamos fazer mais investimentos, estruturar e ter uma política voltada mais para a área de prevenção, do mapeamento das áreas de risco”, disse Bezerra, após a reunião realizada nesta segunda-feira (17), no Palácio do Planalto, com vários ministros. Está previsto um maior protagonismo do Ministério da Defesa para a pronta resposta em casos de tragédias, como as que ocorreram neste ano no Sudeste. 

O ministro acredita ser preciso a implantação de um modelo no âmbito nacional, estadual e municipal. “A reunião serviu para definirmos as diretrizes. Para que possamos ter um sistema de Defesa Civil nacional”, garantiu. 

De acordo com Fernando Bezerra, a presidenta determinou que ele vá para o Rio de Janeiro nesta terça-feira (18), acompanhado dos ministros Jobim e Cardozo. O objetivo é acompanhar de perto as ações em curso de ajuda aos moradores da região Serra fluminense, para monitor mais de perto o que está ocorrendo nestas áreas. 

Ele informou também que foi publicada no Diário Oficial da União a medida para liberação de R$ 100 milhões para os governos do Rio e dos municípios atingidos pelas enchentes. 

Durante a entrevista, Bezerra reconheceu a necessidade de reaparelhamento da Defesa Civil no País e que isso se dará, em um primeiro momento, com a imediata formação de gestores para atuação neste sistema. 

Já o ministro Jobim, que também participou da reunião, informou que as Forças Armadas, no caso específico verificado na região Serrana fluminense, atuam em apoio às autoridades locais. Segundo ele, foram deslocados 580 militares das três forças a região. 

Enquanto isso, de acordo com o ministro José Eduardo Cardozo, o contingente de 225 integrantes da Força Nacional de Segurança Pública dão suporte às operações nos municípios mais prejudicados com a tragédia. 

 


Fonte:
Blog do Planalto
Agência Brasil
MCT

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Seminário busca elaborar estratégia nacional de inteligência
O encontro, organizado pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), tratou de temas, como terrorismo, combate ao crime organizado e a relação com outros países
Carreira militar é alternativa para quem deseja entrar nas Forças Armadas
Disciplina, amor à pátria e dedicação são as principais características para servir às Forças Armadas. A forma de ingresso varia. No caso do exército, a ação se dá por meio de concurso público, alistamento militar obrigatório e processo seletivo
Governo prepara ações para combater incêndios florestais
Portaria do Ministério do Meio Ambiente divulgou datas em que será declarado estado de emergência ambiental em diversas regiões do País
O encontro, organizado pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), tratou de temas, como terrorismo, combate ao crime organizado e a relação com outros países
Seminário busca elaborar estratégia nacional de inteligência
Disciplina, amor à pátria e dedicação são as principais características para servir às Forças Armadas. A forma de ingresso varia. No caso do exército, a ação se dá por meio de concurso público, alistamento militar obrigatório e processo seletivo
Carreira militar é alternativa para quem deseja entrar nas Forças Armadas
Portaria do Ministério do Meio Ambiente divulgou datas em que será declarado estado de emergência ambiental em diversas regiões do País
Governo prepara ações para combater incêndios florestais

Governo digital