Você está aqui: Página Inicial > Defesa e Segurança > 2012 > 04 > Alistamento militar é obrigatório a todo brasileiro de 18 anos

Defesa e Segurança

Alistamento militar é obrigatório a todo brasileiro de 18 anos

Serviço Militar

Período de alistamento compreende os seis primeiros meses do ano em que o cidadão completar a maioridade. Para fazê-lo, é preciso comparecer à Junta de Serviço Militar
por Portal Brasil publicado: 29/04/2012 11h04 última modificação: 28/07/2014 16h32

Desde 1906, o alistamento militar é um ato obrigatório a todo brasileiro nato, do sexo masculino, que completa 18 anos de idade. Em tempos de paz, as mulheres são isentas de alistar-se.

O período de alistamento compreende os seis primeiros meses do ano em que o cidadão completar 18 anos. Para fazê-lo, é preciso comparecer à Junta de Serviço Militar munido de Certidão de Nascimento, duas fotos 3x4 (sem data e recente) e um comprovante de residência. Quem mora fora do País deve dirigir-se à Embaixada ou Consulado mais próximo.

Após a inscrição, o cidadão recebe o Certificado de Alistamento Militar, com a indicação de uma data para realizar a Seleção Geral, comumente organizada entre os meses de julho e outubro. Nessa etapa, boa parte dos inscritos é dispensada por excesso de contingente e tornam-se automaticamente parte da reserva das Forças Armadas nacionais, recebendo o Certificado de Dispensa. Sem ele, o cidadão não pode emitir passaporte, ingressar em emprego público, matricular-se em faculdades ou inscrever-se em concursos.

O Serviço Militar Obrigatório é um programa voltado aos jovens que ingressam nas Forças Armadas brasileiras. Durante um ano, o recruta passa por uma formação militar básica e depois se especializa em determinada área. Se ao final de um ano de serviço o recruta quiser seguir a carreira militar, deve se submeter a uma nova seleção. Sem ingressar na carreira militar, pode continuar no quartel por mais sete anos.

Confira mais informações sobre o Serviço Obrigatório Militar

 

 

Fontes:
Exército

Marinha
Aeronáutica
Ministério da Defesa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

FAB garante transporte de órgãos para salvar vidas
Decreto de junho de 2016 determina que uma aeronave da Força Aérea Brasileira esteja sempre à disposição para transporte de órgãos
Governo investe R$ 470 milhões no monitoramento de fronteiras
Ministro da Defesa anunciou que investimentos do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira (Sisfron) serão dobrados em 2017
Ministro defende Sisfron para combate às drogas e ao contrabando
No Mato Grosso do Sul, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras cobre uma faixa de 600 km da fronteira com o Paraguai
Decreto de junho de 2016 determina que uma aeronave da Força Aérea Brasileira esteja sempre à disposição para transporte de órgãos
FAB garante transporte de órgãos para salvar vidas
Ministro da Defesa anunciou que investimentos do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira (Sisfron) serão dobrados em 2017
Governo investe R$ 470 milhões no monitoramento de fronteiras
No Mato Grosso do Sul, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras cobre uma faixa de 600 km da fronteira com o Paraguai
Ministro defende Sisfron para combate às drogas e ao contrabando

Governo digital