Você está aqui: Página Inicial > Defesa e Segurança > 2014 > 02 > Polícia Rodoviária Federal inicia Curso de Formação

Defesa e Segurança

Polícia Rodoviária Federal inicia Curso de Formação

Capacitação

Capacitação dos novos policiais ocorrerá na primeira Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal
por Portal Brasil publicado: 19/02/2014 16h32 última modificação: 30/07/2014 01h54

A Polícia Rodoviária Federal inicia nesta quarta-feira (19), o Curso de Formação Profissional (CFP) para os candidatos ao cargo de Agente, função de ingresso na corporação. A capacitação dos novos policiais ocorrerá na primeira Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal (ANPRF), instalada às margens da rodovia SC-401, em Florianópolis (SC). Os alunos foram aprovados no último concurso em 2013.

A academia nacional da PRF pode capacitar até 1.200 alunos por curso, seu limite máximo. Essa é a primeira vez nos 85 anos de existência da PRF que serão formados, num mesmo local, a quantidade recorde de mais de mil novos alunos. “A vantagem é poder oferecer as mesmas condições a todos os candidatos e garantir a excelência necessária para as ações de capacitação, que agora ocorrerão na Academia Nacional da PRF”, afirma o Coordenador de Ensino e primeiro Diretor da ANPRF, Bruno Schettini.

O curso terá carga horária de 760 horas, com duração aproximada de 3 meses. Serão ministradas mais de 30 disciplinas, dentre elas: Condução Veicular Policial; Educação e Segurança para o Trânsito; Policiamento e Fiscalização; Direitos Humanos e Cidadania; Técnicas de Abordagem; Acidente e Levantamento do Local; Ética, Postura Profissional e Atendimento ao Público; e Uso Seletivo da Força. Os candidatos serão submetidos a avaliações teóricas e práticas, sendo todas de caráter eliminatório e classificatório.

A novidade para este curso é que foram acrescentadas à grade curricular as matérias “Gestão Estratégica”, já que muitos desses policiais futuramente serão gestores da Instituição, e “Educação para o Trânsito”. As aulas ocorrerão das 7h30 às 19h30 em regime de externato, no qual os alunos não precisarão pernoitar na Academia. A data prevista para o término das instruções é 25 de maio deste ano. Ao final do curso, os futuros policiais estarão aptos a atuar na área de segurança viária, fiscalizando infrações de trânsito, atendendo e prevenindo acidentes, além de atuar no combate à criminalidade em geral.

Ensino de excelência

Para a realização deste CFP serão empregados um total de 404 instrutores, todos policiais rodoviários federais. Esse corpo docente será deslocado em momentos distintos. A Academia contou com o apoio das regionais de todo o país para estruturar-se e concretizar a realização do curso de formação. Também foram adquiridos novos equipamentos, como computadores, viaturas, mobiliário, munições e etc.

Fonte:
Polícia Rodoviária Federal

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Dia da Força Aérea Brasileira e do Aviador
O Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira (FAB) foi a data em que Alberto Santos Dumont realizou o primeiro voo com o 14 Bis
Cenipa investe em investigação para prevenir acidentes aeronáuticos
Brasil é o único país da América Latina capaz de recuperar e analisar as caixas pretas resgatadas em acidentes aéreos
FAB - Voo da esperança: a história de Liliane Maciel
Com trombose na veia do fígado, Liliane Maciel conta como lidou com uma gravidez enquanto aguardava um transplante. Para o médico dela, Dr. Rodrigo Bronze, o sucesso da operação se deve à Força Aérea Brasileira (FAB).
O Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira (FAB) foi a data em que Alberto Santos Dumont realizou o primeiro voo com o 14 Bis
Dia da Força Aérea Brasileira e do Aviador
Brasil é o único país da América Latina capaz de recuperar e analisar as caixas pretas resgatadas em acidentes aéreos
Cenipa investe em investigação para prevenir acidentes aeronáuticos
Com trombose na veia do fígado, Liliane Maciel conta como lidou com uma gravidez enquanto aguardava um transplante. Para o médico dela, Dr. Rodrigo Bronze, o sucesso da operação se deve à Força Aérea Brasileira (FAB).
FAB - Voo da esperança: a história de Liliane Maciel

Governo digital