Você está aqui: Página Inicial > Defesa e Segurança > 2015 > 03 > Marinha divulga balanço da Operação “Amazônia Azul” 2015

Defesa e Segurança

Marinha divulga balanço da Operação “Amazônia Azul” 2015

Operações navais

Operação teve maior número de meios (navios e aeronaves) e tropas empregados, simultaneamente, em águas brasileiras pelo segundo ano consecutivo
por Portal Brasil publicado: 11/03/2015 21h02 última modificação: 11/03/2015 21h02

A Marinha do Brasil (MB) divulgou balanço geral sobre a segunda edição da Operação “Amazônia Azul”, realizada ao longo da última semana.

Em todas as águas jurisdicionais do País, foram 8.809 embarcações inspecionadas, sendo 1.281 notificadas e outras 259 apreendidas, além de 27.197 medicamentos distribuídos em ações cívico-sociais, nas quais também foram oferecidos atendimentos médicos e odontológicos a 3,7 mil pessoas.  

Realizada sob coordenação do Comando de Operações Navais, no Rio de Janeiro, a Operação teve o maior número de meios (navios e aeronaves) e tropas empregados, simultaneamente, em águas brasileiras pelo segundo ano consecutivo.

Cerca de 14 mil militares, 50 navios, 10 aeronaves e 200 embarcações das Capitanias dos Portos foram distribuídos por toda a costa brasileira, além dos rios e lagos navegáveis.

Fiscalização

A “Amazônia Azul” teve como objetivos a intensificação da fiscalização do cumprimento de leis e regulamentos por parte das embarcações, bem como a repressão a ilícitos de toda ordem.

Como resultado das atividades de patrulha e inspeções navais foram fechados duas madeireiras irregulares e dois garimpos ilegais. Nesta última, inclusive com prisão de nove pessoas e apreensão de grande quantidade de material irregular como explosivos, ferramentas e balanças.

Foram apreendidas 11 armas e grande quantidade de cartuchos de munição; 812,75 m3 de madeira sem comprovação de origem e nota fiscal; 11 toneladas de açaí e cerca de 4.800 vidros de palmito sem constatação de origem.

Também foram recolhidos cerca de 1.500 Kg de pescado ilegal e grande quantidade de material sem procedência, como eletroeletrônicos, bebidas e roupas.

Estima-se que a “Amazônia Azul” 2015 teve a aplicação de multas que equivalem a cerca de R$ 3,4 milhões. A Operação possibilitou a prisão de dois indivíduos, por tráfico de drogas, um por porte ilegal de arma e um indivíduo foragido da justiça. Quatro bolivianos foram conduzidos sem documentação às autoridades competentes.

Na região amazônica foram inspecionados 22 postos de combustíveis flutuantes, sendo quatro notificados devido a irregularidades. Ainda foram apreendidas uma motocicleta, quatro motores de embarcações irregulares, 3.300 litros de gasolina e 280 botijões de gás liquefeito ilegais.

 

Fonte:

Ministério da Defesa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

FAB garante transporte de órgãos para salvar vidas
Decreto de junho de 2016 determina que uma aeronave da Força Aérea Brasileira esteja sempre à disposição para transporte de órgãos
Governo investe R$ 470 milhões no monitoramento de fronteiras
Ministro da Defesa anunciou que investimentos do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira (Sisfron) serão dobrados em 2017
Ministro defende Sisfron para combate às drogas e ao contrabando
No Mato Grosso do Sul, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras cobre uma faixa de 600 km da fronteira com o Paraguai
Decreto de junho de 2016 determina que uma aeronave da Força Aérea Brasileira esteja sempre à disposição para transporte de órgãos
FAB garante transporte de órgãos para salvar vidas
Ministro da Defesa anunciou que investimentos do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira (Sisfron) serão dobrados em 2017
Governo investe R$ 470 milhões no monitoramento de fronteiras
No Mato Grosso do Sul, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras cobre uma faixa de 600 km da fronteira com o Paraguai
Ministro defende Sisfron para combate às drogas e ao contrabando

Governo digital