Você está aqui: Página Inicial > Defesa e Segurança > 2016 > 07 > Ministro Alexandre de Moraes vistoria aeroporto de Brasília

Defesa e Segurança

Ministro Alexandre de Moraes vistoria aeroporto de Brasília

Jogos Olímpicos

Ministro da Justiça ressaltou que País está preparado para receber turistas em segurança para Olimpíada
por Portal Brasil publicado: 26/07/2016 09h36 última modificação: 26/07/2016 13h51
Foto: Marcelo Vasconcelos PF vai usar biometria ligada à Interpol para reforçar controle de imigração

PF vai usar biometria ligada à Interpol para reforçar controle de imigração

A 12 dias para a abertura dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, o ministro da Justiça, Alexandre Moraes, iniciou, nesta segunda-feira (25), a vistoria final nos aeroportos das cidades que receberão partidas do evento. A primeira inspeção foi no terminal em Brasília (DF), e ainda vai ocorrer em Belo Horizonte (MG), Manaus (AM), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ).

"Conseguimos demonstrar que chegamos próximos da Olimpíada com todo o programa, todo o planejamento e toda a coordenação de segurança pública absolutamente em dia", destacou o ministro. "Entramos na reta final de preparação com força total. A partir de agora, deve crescer o número de turistas chegando [aos aeroportos], sejam turistas internos, mas principalmente externos. Por isso, os aeroportos estarão com efetivo máximo", concluiu.

Agentes da Polícia Federal apresentaram a Moraes equipamentos e mecanismos que foram testados no local e que serão usados para reforçar a segurança do aeroporto durante a Olimpíada. Um aparelho com leitor biométrico vai aprimorar a fiscalização dos estrangeiros pelos agentes do controle de imigração. O dispositivo é conectado com o banco de dados da Interpol e alerta os agentes caso o turista tenha pendências com a agência internacional.

Os visitantes também terão de passar por body scanners (scanner corporal), mais precisos do que os equipamentos de Raios X e muito utilizado em aeroportos nos Estados Unidos. Além disso, policiais federais vão patrulhar as plataformas com cães da raça pastor belga treinados para farejar e denunciar a presença de explosivos escondidos nos aeroportos.

Lei antiterrorismo

Após os atentados que ocorreram em Nice, na França, o governo federal intensificou o esquema de segurança no País durante os Jogos. Cerca de 88 mil homens, entre militares e policiais, foram deslocados para a operação.

O serviço de inteligência do País investiga as movimentações no ciberespaço e monitora possíveis ameaças. Na última quinta-feira (21), a Polícia Federal prendeu dez pessoas em sete Estados do País, suspeitos de serem simpatizantes do Estado Islâmico e acusados de atos preparatórios de ações terroristas.

Essas foram as primeiras prisões com base na lei antiterrorismo, em vigor desde março. O ministro da Justiça afastou a possibilidade de que um segundo grupo esteja planejando atos terroristas. 

Fonte: Portal Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Missão Vida completa um ano em junho
Há um ano, decreto assinado pelo presidente Michel Temer determinava que sempre tivesse uma aeronave em solo da FAB para transporte de órgãos, tecidos e partes do corpo
Pernambuco e Alagoas recebem recursos para recuperação após enchentes
Governo envia R$ 21 milhões para Pernambuco e R$ 12 milhões para Alagoas
Rio é o primeiro estado a receber Plano Nacional de Segurança
União irá auxiliar o estado a cumprir os objetivos do plano, que inclui o combate ao crime organizado
Há um ano, decreto assinado pelo presidente Michel Temer determinava que sempre tivesse uma aeronave em solo da FAB para transporte de órgãos, tecidos e partes do corpo
Missão Vida completa um ano em junho
Governo envia R$ 21 milhões para Pernambuco e R$ 12 milhões para Alagoas
Pernambuco e Alagoas recebem recursos para recuperação após enchentes
União irá auxiliar o estado a cumprir os objetivos do plano, que inclui o combate ao crime organizado
Rio é o primeiro estado a receber Plano Nacional de Segurança

Governo digital