Você está aqui: Página Inicial > Defesa e Segurança > 2017 > 02 > Defesa Civil reconhece situação de emergência em Brasília

Defesa e Segurança

Defesa Civil reconhece situação de emergência em Brasília

Capital federal passa por longo período de estiagem. Outros 14 municípios de sete estados também receberão apoio emergencial
por Portal Brasil publicado: 03/02/2017 15h24 última modificação: 03/02/2017 16h02

O governo federal reconheceu situação de emergência em Brasília (DF), decorrente do longo período de estiagem que afeta a cidade. A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (3).

Além da capital federal, 14 municípios do Acre, Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina também poderão ter acesso a recursos financeiros e apoio emergencial. 

A medida permite o acesso às ações da Defesa Civil para socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas danificadas.

O reconhecimento federal é decorrente do período de seca e estiagem em Viçosa (AL), Antas (BA), Curaçá (BA), Baixa Grande (BA) e Palmas de Monte Alto (BA); deslizamento de solo em Blumenau (SC); chuvas intensas, inundações e enxurradas em Cruzeiro do Sul (AC), Vespasiano (MG), Conselheiro Mairinck (PR), Alfredo Wagner (SC), Laguna (SC), Lauro Muller (SC), Rancho Queimado (SC); e de um vendaval em Rosário do Sul (RS).

Para ter acesso aos recursos emergenciais, os municípios devem apresentar o Plano Detalhado de Resposta (PDR), por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), disponível no site do Ministério da Integração. O reconhecimento vale por 180 dias a partir da publicação no Diário Oficial da União.

Após análise por equipes da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), o Ministério define o valor do recurso a ser disponibilizado para ações emergenciais.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Integração Nacional

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

FAB garante transporte de órgãos para salvar vidas
Decreto de junho de 2016 determina que uma aeronave da Força Aérea Brasileira esteja sempre à disposição para transporte de órgãos
Governo investe R$ 470 milhões no monitoramento de fronteiras
Ministro da Defesa anunciou que investimentos do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira (Sisfron) serão dobrados em 2017
Ministro defende Sisfron para combate às drogas e ao contrabando
No Mato Grosso do Sul, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras cobre uma faixa de 600 km da fronteira com o Paraguai
Decreto de junho de 2016 determina que uma aeronave da Força Aérea Brasileira esteja sempre à disposição para transporte de órgãos
FAB garante transporte de órgãos para salvar vidas
Ministro da Defesa anunciou que investimentos do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira (Sisfron) serão dobrados em 2017
Governo investe R$ 470 milhões no monitoramento de fronteiras
No Mato Grosso do Sul, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras cobre uma faixa de 600 km da fronteira com o Paraguai
Ministro defende Sisfron para combate às drogas e ao contrabando

Governo digital