Você está aqui: Página Inicial > Defesa e Segurança > 2018 > 01 > Anac restringe embarque de passageiros com armas em aeronaves

Defesa e Segurança

Anac restringe embarque de passageiros com armas em aeronaves

Segurança Pública

A Polícia Federal é o órgão responsável pelo policiamento nos terminais e pelo processo de autorização do embarque armado em voos
publicado: 29/01/2018 17h20 última modificação: 29/01/2018 17h29

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Polícia Federal em aeroporto

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) fortaleceu as regras de segurança para embarque com armas. Com as novas normas, só será autorizado o embarque armado de agentes públicos que estiverem escoltando autoridades, testemunha ou passageiro em custódia e que estejam viajando para missão. As normas entram em vigor em 180 dias.

A Polícia Federal é responsável pelo policiamento nos terminais e pelo processo de autorização do embarque armado. O agente público deverá apresentar documentação específica da instituição a qual é vinculado. O papel deve esclarecer quais os trechos e datas da viagem e em qual das situações de permissão o agente se enquadra.

Com a mudança, o Brasil se alinhou às convenções internacionais de embarque de armas e munições e também ao Programa Nacional de Segurança da Aviação Civil contra Atos de Interferência Ilícita. 

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Anac

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil