Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2009 > 11 > Brasil lidera produtividade agrícola na América Latina

Economia e Trabalho

Brasil lidera produtividade agrícola na América Latina

Agricultura

Avanços na área da pesquisa conduzidos pela Embrapa e créditos do Plano Safra, Seguro Rural e Pronaf contribuem com bons resultados
por Portal Brasil publicado: 05/11/2009 08h17 última modificação: 28/07/2014 08h57
Exibir carrossel de imagens Criação de animais e cultivo de plantas fazem do Brasil líder mundial em vários produtos

Criação de animais e cultivo de plantas fazem do Brasil líder mundial em vários produtos

Agropecuária é toda atividade que faz uso do solo para o cultivo de plantas e a criação de animais. O Brasil apresenta índices de desenvolvimento agrícola acima da média mundial, de acordo com o estudo da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O País também lidera a produtividade agrícola na América Latina e Caribe.

O agronegócio representa percentual relevante do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que representa a soma de todas as riquezas produzidas no País. 

Os números também são positivos nas vendas de produtos para outros países, especialmente para a China e os Estados Unidos.

Os produtos exportados de maior destaque são: carnes; produtos florestais; complexo soja - grão, farelo e óleo; café e o complexo sucroalcooleiro - álcool e açúcar.

Mandioca, feijão e a laranja também estão entre os principais produtos agrícolas do Brasil. Já o trigo é principal produto agrícola que o Brasil importa.

Não apenas o solo fértil, a disponibilidade de água em abundância, a biodiversidade e trabalhadores qualificados impulsionam o agronegócio.

Além disso, por meio do Plano Safra, o governo oferece crédito a juros abaixo do mercado e incentivos. Isso contribuiu para a aquisição de modernos equipamentos agrícolas que garantem os sucessivos recordes de produção de grãos. O crédito ajuda ainda projetos de sustentabilidade, como o de recuperação de pastagens degradadas.

Modernização

Os avanços na área da pesquisa, feitos pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), são essenciais para o aumento da produtividade da agricultura brasileira. 

Uma dessas pesquisas é sobre a produção de etanol de segunda geração, com primas alternativas, como o bagaço da cana-de-açúcar, capim, resíduos florestais e sorgo, encontrados em grandes quantidades na natureza e aproveitados na fabricação do novo tipo de etanol.

Além disso, o Brasil conta com o Plano Estratégico do Setor Sucroalcooleiro, com o objetivo de ampliar a oferta de cana-de-açúcar destinada à produção de etanol.

A política agrícola brasileira incentiva a expansão do setor, por meio da concessão de crédito e benefícios fiscais, além de programas como o Seguro Rural (que permite ao produtor proteger-se contra perdas nas safras e rebanhos). 

Apoio à agricultura familiar

O Brasil conta com diversas ações de apoio ao pequeno agricultor. Entre eles o Programa Mais Alimentos oferece linha de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), para modernizar as unidades familiares com novos tratores, caminhões e colheitadeiras.

O programa atende projetos individuais e coletivos, com juros baixos e prazo de pagamento do empréstimo longo.

Já o Programa de Aquisição de Alimentos articula a compra, pelo governo, de produtos de pequenos agricultores. Em geral, esses alimentos vão para os restaurantes populares, cozinhas comunitárias e outras entidades socioassistenciais.

 Fonte:
Ministério da Agricultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
BC está monitorando mercado internacional
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
BC está monitorando mercado internacional
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação

Últimas imagens

De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS), neste exercício, entram em vigor as novas regras estabelecidas pela Medida Provisória 665
De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS), neste exercício, entram em vigor as novas regras estabelecidas pela Medida Provisória 665
Foto: Divulgação/Caixa Econômica
Para o calendário 2015/2016 foram disponibilizados 20 milhões de benefícios do Abono Salarial, o que representa um montante de R$ 17 bilhões
Para o calendário 2015/2016 foram disponibilizados 20 milhões de benefícios do Abono Salarial, o que representa um montante de R$ 17 bilhões
Foto: Marcello Casal Jr./ Agência Brasil
Linha Pró-Cotista é voltado para trabalhadores com pelo menos 36 meses de vínculo com o FGTS (não necessariamente seguidos)
Linha Pró-Cotista é voltado para trabalhadores com pelo menos 36 meses de vínculo com o FGTS (não necessariamente seguidos)
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Inadimplência no rotativo do cartão de crédito foi a que mais caiu
Inadimplência no rotativo do cartão de crédito foi a que mais caiu
Marcos Santos/USP Imagens
Os financiamentos imobiliários cresceram 0,7% e saldo total dessas operações soma R$ 516,8 bilhões
Os financiamentos imobiliários cresceram 0,7% e saldo total dessas operações soma R$ 516,8 bilhões
Kelsen Fernandes/Fotos Públicas

Governo digital