Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2009 > 11 > Conselho Monetário Nacional (CMN)

Economia e Emprego

Conselho Monetário Nacional (CMN)

O Conselho Monetário Nacional (CMN) é o órgão superior do Sistema Financeiro Nacional. Tem como membros o ministro da Fazenda, o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, e o presidente do Banco Central do Brasil
por Portal Brasil publicado: 05/11/2009 11h57 última modificação: 28/07/2014 08h57
Exibir carrossel de imagens O órgão responsável pela divulgação das característica de moedas comemorativas como as do PAN 2007 é o CMN - crédito: Fábio Pozzebom/ABr

O órgão responsável pela divulgação das característica de moedas comemorativas como as do PAN 2007 é o CMN - crédito: Fábio Pozzebom/ABr

O Conselho Monetário Nacional (CMN) é o órgão superior do Sistema Financeiro Nacional. Tem como membros o ministro da Fazenda, o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, e o presidente do Banco Central do Brasil. O CMN tem a responsabilidade de formular a política da moeda e do crédito, visando a estabilidade da moeda e o desenvolvimento econômico e social do país. Dessa forma, exerce atividades essencialmente normativas, estabelecendo regras e diretrizes que devem ser executadas tanto pelo Banco Central, como pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em suas atividades de fiscalização, controle e regulação das instituições financeiras que operam no Brasil e do mercado de capitais.

Como exemplo de medidas que afetam diretamente a população, o órgão determina as características das cédulas e moedas brasileiras, autorizou padarias e lotéricas a atuarem como correspondentes bancários e instituiu pacotes de tarifas bancárias como forma de estimular a concorrência entre os bancos.

Fonte:
Banco Central do Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Acordo de livre comércio deve sair em até dois anos
José Serra afirmou, em Nova York, que acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia deve sair em até dois anos
Meirelles cita ações para recuperação econômica
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
A pesquisadora da Embrapa Marisa Prado explica a evolução do setor no contexto mundial
Pesquisa avalia evolução da agricultura no Brasil nos últimos 40 anos
José Serra afirmou, em Nova York, que acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia deve sair em até dois anos
Acordo de livre comércio deve sair em até dois anos
Em seminário da Fiesp, em São Paulo, Henrique Meirelles destacou a limitação dos gastos públicos, entre outras ações do governo para recuperação da economia
Meirelles cita ações para recuperação econômica

Últimas imagens

Esforços do MDIC pretendem impactar a produtividade da indústria
Esforços do MDIC pretendem impactar a produtividade da indústria
Divulgação/Agência Brasil
O pagamento começa com os segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 1
O pagamento começa com os segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 1
Wesley Mcallister/Advocacia-Geral da União
O valor corresponde a 35% da meta de US$ 15,1 bilhões prevista no plano de venda de ativos da Petrobras
O valor corresponde a 35% da meta de US$ 15,1 bilhões prevista no plano de venda de ativos da Petrobras
Fábio Abu/Governo da Bahia
Os resultados foram positivos em 13 Estados brasileiros
Os resultados foram positivos em 13 Estados brasileiros
Eraldo Schnaider/Prefeitura de Blumenau
No Distrito Federal, o Dia D contará com palestras e rodas de conversa
No Distrito Federal, o Dia D contará com palestras e rodas de conversa
Foto: Divulgação/Agência Brasil

Governo digital