Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2009 > 11 > Empréstimos

Economia e Emprego

Empréstimos

Empréstimo é um contrato que o cidadão faz com uma instituição financeira para receber uma quantia em dinheiro que deverá ser devolvida ao banco em prazo determinado, acrescida de juros e encargos. Os recursos obtidos no empréstimo não têm destinação específica e podem ser utilizados da maneira que o cliente preferir
por Portal Brasil publicado: 05/11/2009 11:41 última modificação: 23/01/2012 18:47

Empréstimo é um contrato que o cidadão faz com uma instituição financeira para receber uma quantia em dinheiro que deverá ser devolvida ao banco em prazo determinado, acrescida de juros e encargos. Os recursos obtidos no empréstimo não têm destinação específica e podem ser utilizados da maneira que o cliente preferir.

As instituições financeiras não são obrigadas a conceder empréstimos e estabelecem critérios próprios para oferecê-los. Também não há limites para as taxas de juros cobradas pelas instituições. No entanto, as normas do Conselho Monetário Nacional (CMN) garantem ao cliente o direito ao pagamento antecipado do empréstimo, com redução proporcional dos juros. As condições para essa antecipação devem ser informadas antes da assinatura do contrato. Para saber quais são as taxas de juros praticadas pelas instituições financeiras brasileiras, acesse o site do Banco Central

No momento da contratação do empréstimo, os bancos e instituições financeiras devem informar o Custo Efetivo Total (CET). O CET mostra o custo total do empréstimo para o consumidor, por meio de uma taxa anual única que inclui todos os encargos e despesas da operação - taxa de juros, tarifas, tributos, seguros e outras despesas cobradas do cliente fazem parte dessa conta. Com isso, fica mais fácil comparar os custos de cada instituição.

Que cuidados é preciso tomar antes de contratar um empréstimo?

1-Pesquise as taxas de juros e condições oferecidas por diversas instituições.

2-Procure saber se a instituição financeira está autorizada a funcionar pelo Banco Central e, no caso dos empréstimos consignados para aposentados e pensionistas do INSS, se a instituição está conveniada com o INSS.

3-Não aceite a intermediação de pessoas com promessas de acelerar o crédito.

4-Nunca forneça o cartão magnético ou a senha do banco a terceiros.

5-Lembre-se que o empréstimo consignado é uma dívida que pode afetar a administração da renda pessoal e familiar, pois compromete boa parte dos rendimentos mensais.

Fonte:
Banco Central do Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil