Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2010 > 03 > Entra no ar sistema para escolher curso pela nota do Enem

Economia e Emprego

Entra no ar sistema para escolher curso pela nota do Enem

publicado: 01/03/2010 22h13 última modificação: 28/07/2014 09h24

A partir de sexta-feira (29) os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) poderão disputar uma das 47,9 mil vagas de 49 universidades e institutos federais que adotaram a prova como fase única de seleção. O processo será feita por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em três chamadas.

O primeiro período irá das 6h do dia 29 de janeiro até as 23h59 do dia 3 de fevereiro. O estudante acessa o Sisu por meio do seu número de inscrição do Enem e seleciona o curso e a instituição em que pretende estudar. A novidade é que ele pode acompanhar no início de cada dia como está a nota de corte de cada curso e trocar sua opção caso tenha mais chances de ingresso em outra graduação ou em outra instituição. As vagas serão distribuídas a partir das notas do Enem e quem tiver um resultado melhor é selecionado. Por exemplo: o aluno se inscreve em medicina na Universidade Federal de Lavras, mas no dia seguinte verifica que os outros candidatos que também selecionaram esse curso têm nota superior dele no Enem. O estudante então pode trocar sua opção para qualquer outro curso em qualquer outra instituição. Não há um limite de tentativas, mas a cada nova seleção a escolha anterior deixa de valer.

Depois desse período de inscrição dos estudantes, o Sisu processa as informações e divulga, no dia 5 de fevereiro, o resultado final da primeira etapa. Os estudantes que forem aprovados terão de 8 a 12 de fevereiro para fazer a matrícula nas instituições para as quais foram selecionados.

Em seguida, no dia 15 de fevereiro, começam as inscrições da segunda etapa para preencher as vagas que não foram ocupadas. Os estudantes não selecionados na primeira etapa deverão acessar o Sisu entre os dias 15 e 20 de fevereiro. Os resultados dessa fase estarão disponíveis no dia 22 de fevereiro. Há previsão ainda de um terceiro período de inscrições, entre os dias 1 e 3 de março.

A secretaria de Ensino Superior do MEC, Maria Paula Dallari Bucci, recomenda aos estudantes que acessem o Sisu diariamente para que ampliem sua chance de aprovação. O sistema permite que o aluno acompanhe a nota de corte e as chances de sucesso a cada dia, afirmou. Diariamente, entre as 23h59 e as 6h, o sistema para de funcionar para calcular a nota de corte de cada curso, que estará disponível pela manhã.

Apesar de as inscrições só começarem na sexta-feira (29), o Sisu já está no ar para que os estudantes possam se familiarizar com seu funcionamento. As notas do Enem vão ser divulgadas nesta quinta-feira (28) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e estarão disponíveis na internet. http://sisu.mec.gov.br

Em  Questão edição nº 973 – 28/01/2010

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Soja, milho e feijão são os destaques da super safra 2016/2017
Safra de grãos 2016/2017 deve bater recorde com produção de 238 milhões de toneladas
Safra de grãos 2016/2017 deve bater recorde com produção de 238 milhões de toneladas
Soja, milho e feijão são os destaques da super safra 2016/2017

Últimas imagens

Segundo Meirelles, a economia do Brasil está reagindo e o País voltará a crescer de forma sustentável
Segundo Meirelles, a economia do Brasil está reagindo e o País voltará a crescer de forma sustentável
Gustavo Raniere/MF
Evidências de retomada nas regiões estão em linha com recuperação gradual da economia
Evidências de retomada nas regiões estão em linha com recuperação gradual da economia
Fernando Frazão/Agência Brasil
Medida aumenta subvenção ao seguro rural, o que facilita acesso à proteção
Medida aumenta subvenção ao seguro rural, o que facilita acesso à proteção
Pedro Ventura/Agência Brasília
Medida vai dar mais acesso e reduzir custo em empréstimos e financiamentos que tenham bens como garantia
Medida vai dar mais acesso e reduzir custo em empréstimos e financiamentos que tenham bens como garantia
Medida vai dar mais acesso e reduzir custo em empréstimos e financiamentos que tenham bens como garantia
Medida vai dar mais acesso e reduzir custo em empréstimos e financiamentos que tenham bens como garantia

Governo digital