Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2010 > 08 > BB lucra R$ R$ 5,1 bilhões no 1º semestre

Geral

BB lucra R$ R$ 5,1 bilhões no 1º semestre

por Portal Brasil publicado: 16/08/2010 21h05 última modificação: 28/07/2014 09h26

O Banco do Brasil divulgou nesta segunda-feira (16) o balanço do primeiro semestre de 2010, com lucro líquido de R$ 5,1 bilhões, resultado 26,5% superior ao apurado no mesmo período de 2009. 
 

O crescimento foi atribuído tanto para o aumento da arrecadação como a diminuição da inadimplência e o rigoroso controle das despesas administrativas.  Um dos destaques do Banco do Brasil foi a carteira de crédito ampliado, que inclui garantias prestadas e os títulos e valores mobiliários privados, atingiu R$ 349,8 bilhões no final do primeiro semestre, um crescimento de 41,1% nos últimos 12 meses.
 

A expansão da carteira de crédito decorreu do aumento das concessões de crédito à pessoa física, especialmente crédito consignado e financiamento a veículos, e na pessoa jurídica com destaque para investimentos e capital de giro. As receitas financeiras, impulsionadas pela forte expansão do crédito, totalizaram R$ 36,8 bilhões no semestre, 23,4% superior às do mesmo período do ano anterior.  No segmento de pessoas jurídicas, a carteira de crédito evoluiu 31,2% em 12 meses e 5,9% sobre o trimestre anterior, totalizando R$ 135,6 bilhões em junho de 2010.


Na divulgação realizada nesta segunda-feira (16) foi registrada que as operações do BB em renda fixa somaram R$ 5,5 bilhões, ficando em 1º lugar no ranking da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros de Capitais (Anbima), com 20,8% de participação de mercado.

 
No mercado de capitais internacional, o BB atuou em 15 das 32 emissões brasileiras realizadas no primeiro semestre Do total de US$ 15 bilhões emitidos no período, o Banco do Brasil participou em operações que somaram US$ 8,5 bilhões.


Um dos dados importantes para o alcance nos lucros da instituição foram os repasses globais ao Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), com desembolso de R$ 8,5 milhões nos seis meses de 2010 e mais de 107 mil operações realizadas. O BB também desembolsou R$ 10,3 bilhões no 1º semestre de 2010 em outras linhas de crédito de investimento. Destaque para a contratação de R$ 1,7 bilhão do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) e para o Fundo da Marinha Mercante (FMM), que encerrou junho com saldo de R$ 795 milhões.


No 1º semestre de 2010, o BB manteve-se como parceiro do comércio exterior brasileiro, com participações de mercado de 30,6% e 24,8% e volumes de US$ 25,6 bilhões e US$ 19,5 bilhões, respectivamente.  A base de mais de 53,3 milhões de clientes, aliada à rede de 18,3 mil pontos de atendimento, permitiram que o BB ampliasse sua base de depósitos, mantendo sua liderança no Sistema Financeiro Nacional.



Fonte:
Banco do Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

CNH terá código digital para evitar fraudes
Documentos emitidos a partir de 1º de maio já possuem este elemento de autenticação
Documentos emitidos a partir de 1º de maio já possuem este elemento de autenticação
CNH terá código digital para evitar fraudes

Últimas imagens

 Não há casos de contágio da doença em humanos, nem risco à saúde pública
Não há casos de contágio da doença em humanos, nem risco à saúde pública
Sílvio Ávila/Ministério da Agricultura
Ao comentar a decisão da agência de risco, Ministério da Fazenda avaliou como fundamental a aprovação da reforma da Previdência
Ao comentar a decisão da agência de risco, Ministério da Fazenda avaliou como fundamental a aprovação da reforma da Previdência
Rovena Rosa/Agência Brasil
Em meses de mais chuvas, a bandeira tarifária fica verde, sem custo extra nas tarifas de energia
Em meses de mais chuvas, a bandeira tarifária fica verde, sem custo extra nas tarifas de energia
Arquivo EBC
Com investimento de R$ 36 milhões, mais de duas mil pessoas devem ser beneficiadas com os residenciais
Com investimento de R$ 36 milhões, mais de duas mil pessoas devem ser beneficiadas com os residenciais
Arquivo/Agência Brasil
Na visão de Meirelles, a população já tomou consciência da aprovação das reformas em tramitação no Congresso
Na visão de Meirelles, a população já tomou consciência da aprovação das reformas em tramitação no Congresso
Antonio Cruz/Agência Brasil

Governo digital