Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2010 > 08 > BID e Apex-Brasil assinam convênio para fortalecer exportações de produtos químicos

Geral

BID e Apex-Brasil assinam convênio para fortalecer exportações de produtos químicos

por Portal Brasil publicado: 23/08/2010 20h10 última modificação: 28/07/2014 09h26

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) vão desenvolver e adotar, por meio de convênio, uma estratégia comum entre Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile para o comércio de produtos químicos, com foco no aumento das exportações.


O convênio assinado na sexta-feira (20), em Brasília, estabeleceu o Programa Estratégia Regional de Manejo e o Comércio de Produtos Químicos. A iniciativa conta com recursos de US$ 347 mil e prazo de execução de até 30 meses.


“Um dos focos da iniciativa será adequar nossos produtos às regras da União Europeia. É um mercado importante para nossas exportações de produtos químicos. Com o programa, poderemos ter consultores contratados para que forneçam às nossas empresas as soluções que permitam cumprir as exigências do bloco europeu”, disse o diretor de Gestão e Planejamento da Apex-Brasil, Ricardo Schaefer.


O representante do BID no Brasil, José Luis Lupo, comentou que o projeto insere-se nos esforços do banco para desenvolver a região de atuação do BID.


“O tema da indústria química é muito delicado, porque envolve a questão da saúde e do meio ambiente. Então, o BID está satisfeito com o fato de, junto com a Apex-Brasil, vão ajudar os países do Mercosul e o Chile a alcançarem padrões internacionais nessa área”, disse.


Segundo as instituições envolvidas, a iniciativa trará benefícios locais e regionais para os países. Um dos primeiros benefícios é que o acordo criará um consenso sobre as ações conjuntas e a regulamentação do comércio de produtos químicos, promoção e facilitação de exportações. Outra expectativa é que, após a criação das estratégias comuns, haja uma maior integração produtiva entre as diversas indústrias dos países envolvidos, aumentando as exportações regionais de produtos químicos.


Fonte:
Apex-Brasil



Saiba mais sobre setores da economia no Portal Brasil. 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Você é contra as altas aposentadorias do setor público?
Você é contra políticos terem direito a aposentadorias mais elevadas? Se você é contra tudo isso, você é a favor da reforma da Previdência e nem sabia
Você é contra políticos terem direito a aposentadorias mais elevadas? Se você é contra tudo isso, você é a favor da reforma da Previdência e nem sabia
Você é contra as altas aposentadorias do setor público?

Últimas imagens

Levantamento de informações leva 12 meses e é feito a cada 6 ou 7 anos
Levantamento de informações leva 12 meses e é feito a cada 6 ou 7 anos
Arquivo/Agência Brasil
Ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, e o embaixador da China no Brasil, Li Jinzhang
Ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, e o embaixador da China no Brasil, Li Jinzhang
Gleice Mere/Planejamento
Aumento da confiança levou comércio a revisar previsão de aumento de vendas para melhor, de 1,2% para 1,4%
Aumento da confiança levou comércio a revisar previsão de aumento de vendas para melhor, de 1,2% para 1,4%
Toninho Tavares/Agência Brasília
A partir de 1° de agosto, todas as empresas do País terão acesso à plataforma de testes
A partir de 1° de agosto, todas as empresas do País terão acesso à plataforma de testes
Marcos Santos/USP Imagens
Saldo comercial ficou positivo na quarta semana do mês, com exportações maiores que as importações
Saldo comercial ficou positivo na quarta semana do mês, com exportações maiores que as importações
Tânia Rêgo/Agência Brasil

Governo digital