Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2010 > 08 > BNDES e Itaú assinam contrato de linha de financiamento para bancos no exterior

Geral

BNDES e Itaú assinam contrato de linha de financiamento para bancos no exterior

por Portal Brasil publicado: 23/08/2010 15h23 última modificação: 28/07/2014 09h26

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Banco Itaú assinaram contrato da linha de financiamento para bancos no exterior do BNDES, o Exim Automático. A nova modalidade de crédito para operações de pós-embarque tem como objetivo estimular as exportações brasileiras, especialmente na comercialização de bens de capital, aumentando sua competitividade. O acordo, primeiro do gênero, foi assinado na última sexta-feira (20).


O Exim Automático vai operar com abertura de linhas de crédito a bancos no exterior, através de contrato “guarda-chuva”, no qual são cursadas operações para financiamento às exportações de bens brasileiros. Nesse modelo operacional, os bancos no exterior têm maior liberdade para fomentar operações com seus clientes locais (importadores) e assumem o risco de crédito perante o BNDES. Os desembolsos são feitos ao exportador, no Brasil, após o embarque, à vista e em reais.


A vantagem comercial para os exportadores brasileiros é a possibilidade de que o cliente argentino do exportador brasileiro consiga financiar suas compras de bens de capital do Brasil com custo e prazo competitivos. Dada a importância do mercado argentino para as exportações brasileiras, o BNDES vem negociando a abertura de linha de crédito com outros bancos de atuação relevante naquele país.


Nos demais mercados da América Latina, o BNDES está em negociações com bancos do Chile, Peru, Colômbia, Panamá, Paraguai e Uruguai. A oferta de crédito ao importador constitui importante componente para ampliar as exportações brasileiras, principalmente de bens de capital, sobretudo diante do cenário de recuperação da economia mundial e de maior competição.


Em 2009, as exportações brasileiras totais de bens de capital foram de US$ 13,4 bilhões. Os países latino-americanos foram o principal destino, por blocos econômicos, alcançando US$ 5,9 bilhões (ou 44%). O principal país importador de bens de capital foi a Argentina, com US$ 2,1 bilhões (ou 16%), tendo superado até mesmo os Estados Unidos, que historicamente detinha tal posição.


Fonte:
BNDES

 
Saiba mais sobre o BNDES no Portal Brasil.

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Brasil e Emirados Árabes assinam acordo para isenção de visto
O ministro dos Negócios Estrangeiros dos Emirados Árabes Unidos foi recebido pelo presidente Michel Temer nesta quinta-feira (16)
O ministro dos Negócios Estrangeiros dos Emirados Árabes Unidos foi recebido pelo presidente Michel Temer nesta quinta-feira (16)
Brasil e Emirados Árabes assinam acordo para isenção de visto

Últimas imagens

Medida visa assegurar aos importadores que produtos embarcados são seguros para consumo
Medida visa assegurar aos importadores que produtos embarcados são seguros para consumo
Arquivo/Agência Brasil
Agricultura familiar se caracteriza pela gestão da propriedade compartilhada pela família. A colheita é a principal fonte de renda do grupo
Agricultura familiar se caracteriza pela gestão da propriedade compartilhada pela família. A colheita é a principal fonte de renda do grupo
Arquivo/Agência Brasil
Segundo Ministério da Fazenda, crescimento econômico deve ocorrer em função das reformas econômicas implementadas recentemente
Segundo Ministério da Fazenda, crescimento econômico deve ocorrer em função das reformas econômicas implementadas recentemente
Arquivo EBC
Containers no Porto de Paranaguá (PR). Até 2020, carne bovina brasileira deve suprir 44,5% da demanda mundial
Containers no Porto de Paranaguá (PR). Até 2020, carne bovina brasileira deve suprir 44,5% da demanda mundial
APPA

Governo digital