Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2010 > 08 > Ministério da Fazenda diz que despesas da União com pessoal tiveram queda

Geral

Ministério da Fazenda diz que despesas da União com pessoal tiveram queda

por Portal Brasil publicado: 10/08/2010 21h08 última modificação: 28/07/2014 09h26

Dados divulgados pelo Ministério da Fazenda nesta terça-feira (10) indicam que as despesas com pessoal ativo e inativo União tiveram leve queda percentual. Em 2010, essas despesas consumiram 4,7% do Produto Interno Bruto (PIB).


Segundo informações publicadas no documento “Economia Brasileira em Perspectiva”, do Ministério da Fazenda, a combinação de mais crescimento da economia com a formalização do mercado de trabalho e disciplina fiscal da União, com a Lei de Responsabilidade Fiscal, garantiram a melhoria nas finanças públicas.


Em 2010, as receitas totais da União registraram 23,8% do PIB. As despesas totais equivaleram a 18,5%, com benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de 7,2%.


Nos cálculos dos técnicos da Fazenda que elaboraram o documento, as despesas com pessoal vêm sendo mantidas à média de 4,52% ao ano desde 1995 e mesmo com o número de servidores e o reajuste de salários no setor, as despesas com pessoal se mantêm abaixo de 5% do PIB, podendo chegar a 4,66% em 2010, e 4,67% em 2011.



Fonte:
Agência Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Contratações com jornadas imprevisíveis são formalizadas
A modernização trabalhista trouxe benefícios para diferentes tipos de contratação como o trabalho intermitente, comum no mercado de eventos
A modernização trabalhista trouxe benefícios para diferentes tipos de contratação como o trabalho intermitente, comum no mercado de eventos
Contratações com jornadas imprevisíveis são formalizadas

Últimas imagens

Condições econômicas estão melhores, de acordo com especialistas
Condições econômicas estão melhores, de acordo com especialistas
Marcos Santos/USP Imagens
Balança comercial vem registrando recordes consecutivos neste ano
Balança comercial vem registrando recordes consecutivos neste ano
Arquivo EBC
Para secretário, reforma da Previdência não pode ser adiada
Para secretário, reforma da Previdência não pode ser adiada
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Governo digital