Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2010 > 10 > Produtores já podem consultar áreas aptas para plantio de abacaxi e sorgo

Geral

Produtores já podem consultar áreas aptas para plantio de abacaxi e sorgo

por Portal Brasil publicado: 11/10/2010 17h08 última modificação: 28/07/2014 09h29
Assessoria de Comunicação/ Incaper Originário do Brasil, o abacaxi é economicamente explorado na maioria dos estados e contribui para a geração de renda e emprego

Originário do Brasil, o abacaxi é economicamente explorado na maioria dos estados e contribui para a geração de renda e emprego

O zoneamento agrícola publicado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nesta segunda-feira (11), levanta as áreas aptas e os períodos de semeaduras para o plantio do sorgo granífero em Pernambuco, Ceará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Tocantins, Paraíba, Rio Grande do Norte, Goiás e Distrito Federal. O documento também indica as condições para o cultivo do abacaxi está indicado para regiões da Bahia, Piauí e Pará. 

O sorgo (Sorghum bicolor L. Moench) é uma planta de origem tropical, de dias curtos e com altas taxas fotossintéticas, exigindo clima quente.  A temperatura do ar ideal para o desenvolvimento da cultura varia de acordo com a cultivar empregada. A maioria dos materiais genéticos de sorgo requer temperaturas superiores a 21°C. As temperaturas abaixo de 16°C e superiores a 38°C reduzem a produtividade. 

Apesar de resistente à seca, a falta de água, principalmente na fase de florescimento e de enchimento de grãos, pode reduzir a produção. Nas semeaduras tardias e nos cultivos após uma safra de verão, a produtividade do sorgo é afetada pelo regime de chuvas, pelas limitações de radiação solar e pelas temperaturas baixas no final do ciclo.

Originário do Brasil, o abacaxi (Ananas comosus L. Merril) é economicamente explorado na maioria dos estados e contribui para a geração de renda e emprego. Típico das regiões tropicais e subtropicais, abacaxizeiro é sensível à seca, especialmente durante o período de crescimento vegetativo, quando são determinados o tamanho e as características do fruto. 

A temperatura média anual adequada para seu cultivo está em torno de 22°C e 31°C, mas a cultura suporta a mínima de 5ºC e a máxima de 40ºC. As geadas e a prevalência das temperaturas baixas afetam a produção. A radiação solar influencia o crescimento vegetativo e a qualidade do fruto. O ciclo de cultivo, do plantio à colheita, varia conforme a região. No Sul, é de 24 meses e nas regiões próximas ao Equador, 18 meses.

As orientações , por completo, estão disponíveis nas portarias nº 355 a 367, que podem ser acessadas aqui


Fonte:
Ministério da Agricultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Análise de carnes recolhidas não indica riscos à saúde humana
Ministério da Agricultura já recolheu 174 amostras de carnes nos 21 frigoríficos que estão sob investigação da Operação Carne Fraca. Nas análises feitas foram descartados riscos à saúde
Ministério da Agricultura já recolheu 174 amostras de carnes nos 21 frigoríficos que estão sob investigação da Operação Carne Fraca. Nas análises feitas foram descartados riscos à saúde
Análise de carnes recolhidas não indica riscos à saúde humana

Últimas imagens

Segundo Nogueira, reforma deve pacificar  relações trabalhistas
Segundo Nogueira, reforma deve pacificar relações trabalhistas
Arquivo/Agência Brasil
Ministério da Agricultura intensificou a fiscalização, mas não encontrou riscos à saúde dos consumidores
Ministério da Agricultura intensificou a fiscalização, mas não encontrou riscos à saúde dos consumidores
José Cruz/Agência Brasil
Indicador atinge maior nível em dois anos e registra queda no custo do setor
Indicador atinge maior nível em dois anos e registra queda no custo do setor
Tomaz Silva/Agência Brasil/
IRPF 2017 ..jpeg
Governo da BA

Governo digital