Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2010 > 12 > Em 2011, Brasil vai investir na exportação de carne suína para Japão e Coreia

Economia e Emprego

Em 2011, Brasil vai investir na exportação de carne suína para Japão e Coreia

por Portal Brasil publicado: 27/12/2010 19h02 última modificação: 28/07/2014 09h29

Um dos focos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em 2011 será abrir os mercados do Japão e da Coreia para a carne suína in natura de Santa Catarina, considerada pela Organização Mundial de Saúde Animal como livre de febre aftosa sem vacinação.

“O Japão é o maior importador mundial desse produto e compra cerca de US$ 4 bilhões por ano. Para alcançar esse objetivo, o primeiro passo será a vinda de missão japonesa ao Brasil no primeiro trimestre de 2011”, enfatiza o secretário de Relações Internacionais do Agronegócio, Célio Porto.

Outro mercado considerado importante para a exportação de cortes especiais de carne suína é a União Europeia, bloco que contribui para dar maior visibilidade ao produto brasileiro. Em 2010, uma das grandes conquistas para a exportação brasileira foi o reconhecimento pelos Estados Unidos do estado de Santa Catarina como livre de febre aftosa sem vacinação. Essa medida estava sendo pleiteada desde 2007, quando a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) atribuiu a classificação ao estado.

 

Balança Comercial

Nos primeiros onze meses de 2010, as vendas do agronegócio brasileiro renderam US$ 70,3 bilhões. O secretário Célio Porto acredita que, até o fim deste ano, as exportações possam alcançar US$ 76 bilhões e, em 2011, US$ 80 bilhões.

Em termos de valores, o destaque das exportações no acumulado do ano foi o milho, que passou de US$ 1 milhão para US$ 1,7 milhão, em relação ao mesmo período do ano passado. Em segundo lugar no crescimento percentual, mas em primeiro no aumento do valor exportado, ficaram as vendas de açúcar, com aumento de 57,6%, em 2010.

Também houve crescimento expressivo das exportações de carnes. “Somos o maior exportador mundial de carne de frango e a expectativa é que, em 2011, nos tornemos o segundo maior produtor”, informa Porto. Hoje, o primeiro lugar está com os Estados Unidos, seguido da China.


Fonte:
Ministério da Agricultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Linha de crédito beneficia agricultores familiares
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
Linha de crédito beneficia agricultores familiares

Últimas imagens

Insatisfação com serviços e produtos oferecidos por instituições financeiras pode ser registrada no Banco Central
Insatisfação com serviços e produtos oferecidos por instituições financeiras pode ser registrada no Banco Central
Divulgação/Agência Brasil
O setor movimenta cerca de R$ 15 bilhões no Brasil
O setor movimenta cerca de R$ 15 bilhões no Brasil
Divulgação/Governo da Bahia
O segurado terá que solicitar nova perícia nos últimos 15 dias antes da data limite
O segurado terá que solicitar nova perícia nos últimos 15 dias antes da data limite
Antonio Cruz/Agência Brasil
Cada agricultor familiar local pode vender até R$ 20 mil anuais, por órgão comprador
Cada agricultor familiar local pode vender até R$ 20 mil anuais, por órgão comprador
Sergio Amaral/MDSA

Governo digital