Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2011 > 01 > Banco do Nordeste disponibiliza R$ 100 milhões para empreendedores individuais

Economia e Emprego

Banco do Nordeste disponibiliza R$ 100 milhões para empreendedores individuais

por Portal Brasil publicado: 12/01/2011 18h33 última modificação: 28/07/2014 14h10

O Banco do Nordeste (BNB) lançou uma linha de crédito específica para empreendedores individuais. O novo produto vai disponibilizar, em 2011, R$ 100 milhões para atendimento a esse público. Inicialmente, terão preferência os empreendedores que já participam do programa de microcrédito orientado da instituição, o Crediamigo. Os recursos são do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE).

A nova linha de crédito visa financiar investimentos, a exemplo de aquisição de móveis, utensílios, veículos, máquinas e equipamentos, e construção ou reforma de instalações físicas, destinadas à atividade de empreendedores individuais. 

Os financiamentos podem atingir 100% do investimento projetado, desde que não ultrapassem o valor máximo de R$ 15 mil por operação. Há limites de financiamento diferenciados por porte de clientes. Os empreendedores interessados devem ter faturamento anual máximo de R$ 36 mil e comprovar experiência de pelo menos seis meses na atividade desenvolvida. 

Segundo o gerente em exercício do Ambiente de Micro e Pequena Empresa do BNB, Jorge Mendonça. o modelo adotado pelo Banco do Nordeste para a concessão de crédito ao empreendedor individual com FNE foi inspirado nas diretrizes normativas e operacionais do Crediamigo, "por ser um modelo já testado, aprovado e bastante identificado com o público-alvo da proposta, observando-se, todavia, as diretrizes e regras estabelecidas pelo Fundo Constitucional”.


Fonte:
Banco do Nordeste

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

“Gasto de custeio da máquina do governo hoje é menor que em 2010”, diz ministro
A revolução agrícola brasileira
De acordo com representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, País passou de grande importador a segundo maior exportador de commodities alimentares.
Um projeto para o futuro
Alan Bojanic, representante da FAO no Brasil, afirma que País tem grandes possibilidades de se tornar maior exportador mundial de alimentos.
“Gasto de custeio da máquina do governo hoje é menor que em 2010”, diz ministro
“Gasto de custeio da máquina do governo hoje é menor que em 2010”, diz ministro
De acordo com representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, País passou de grande importador a segundo maior exportador de commodities alimentares.
A revolução agrícola brasileira
Alan Bojanic, representante da FAO no Brasil, afirma que País tem grandes possibilidades de se tornar maior exportador mundial de alimentos.
Um projeto para o futuro

Últimas imagens

Agências bancárias fecham nos dias 8 e 9 e retornam às atividades no dia 10
Agências bancárias fecham nos dias 8 e 9 e retornam às atividades no dia 10
Divulgação/EBC
Produção de soja permanece como o principal destaque
Produção de soja permanece como o principal destaque
Divulgação/Ministério da Agricultura

Contribuintes que receberam rendimentos superior a R$ 28.123,91 estão obrigados a apresentar declaração
Contribuintes que receberam rendimentos superior a R$ 28.123,91 estão obrigados a apresentar declaração
Divulgação/EBC
Ao todo, o volume exportado deste campo somou 59,1 milhões de barris de petróleo no ano passado
Ao todo, o volume exportado deste campo somou 59,1 milhões de barris de petróleo no ano passado
Divulgação/Petrobras
Governo federal que elevar participação brasileira no comércio mundial do agronegócio para 10% nos próximos três anos
Governo federal que elevar participação brasileira no comércio mundial do agronegócio para 10% nos próximos três anos
Divulgação/MDA

Governo digital