Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2011 > 03 > Receita libera consulta a 3º lote de restituições do Imposto de Renda de 2008, 2009 e 2010

Economia e Emprego

Receita libera consulta a 3º lote de restituições do Imposto de Renda de 2008, 2009 e 2010

por Portal Brasil publicado: 09/03/2011 18h22 última modificação: 28/07/2014 14h14

A Receita Federal do Brasil liberou nesta quarta-feira (9), às 14 horas, consulta ao 3º lote residual multiexercício do Imposto de Renda da Pessoa Física — exercícios 2010, 2009 e 2008.

No dia 15 de março de 2011 serão creditadas, simultaneamente, as restituições referentes aos lotes residuais dos exercícios de 2010 (ano calendário de 2009) de 2009 (ano calendário de 2008) e 2008 (ano calendário de 2007), mediante depósito bancário, para um total de 40.017 contribuintes, totalizando R$ 100 milhões.

Para o exercício de 2010, serão creditadas restituições para um total de 24.295 contribuintes com imposto a restituir, totalizando um montante de R$ 65.119.082,63 já acrescidos da taxa Selic de 9,39 % (maio de 2010 a março de 2011). 

Desse montante, 4.943 contribuintes referem-se aos contribuintes de que trata a Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003 (Estatuto do Idoso), totalizando R$ 22.934.005,48.

No lote residual do exercício de 2009, serão creditadas restituições para um total de 10.134 contribuintes com imposto a restituir, totalizando um montante de R$ 21.873.695,50, já atualizados pela taxa Selic de 17,85 %, (período de maio de 2009 a março de 2011).

Já para o lote residual de 2008, serão creditadas restituições para um total de 5.588 contribuintes com imposto a restituir, totalizando um montante de R$ 13.007.221,87 já atualizados pela taxa Selic de 29,92 %, (período de maio de 2008 a março de 2011).

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet, ou ligar para o Receitafone 146.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento através do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.


Fonte:
Receita Federal

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Linha de crédito beneficia agricultores familiares
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
Linha de crédito beneficia agricultores familiares

Últimas imagens

O segurado terá que solicitar nova perícia nos últimos 15 dias antes da data limite
O segurado terá que solicitar nova perícia nos últimos 15 dias antes da data limite
Antonio Cruz/Agência Brasil
Cada agricultor familiar local pode vender até R$ 20 mil anuais, por órgão comprador
Cada agricultor familiar local pode vender até R$ 20 mil anuais, por órgão comprador
Sergio Amaral/MDSA
Taxa de investimentos produtivos interrompe sequência de oito trimestres de queda e país volta a gerar riqueza
Taxa de investimentos produtivos interrompe sequência de oito trimestres de queda e país volta a gerar riqueza
Marcos Santos/USP Imagens
O sistema de bandeiras multiplica o consumo pelo valor da bandeira, se ela for amarela ou vermelha
O sistema de bandeiras multiplica o consumo pelo valor da bandeira, se ela for amarela ou vermelha
Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Governo digital