Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2011 > 04 > Desoneração pode reduzir preço do tablet brasileiro em mais de 30%

Economia e Emprego

Desoneração pode reduzir preço do tablet brasileiro em mais de 30%

por Portal Brasil publicado: 05/04/2011 11h03 última modificação: 28/07/2014 14h16

Os tablets produzidos no Brasil poderão ter uma redução de preço de até 31% na comparação com o similar importado, por causa da redução de impostos que incidem sobre o produto. A estimativa do Ministério das Comunicações é que o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) caia de 15% para 3% e o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), tomando São Paulo como exemplo, passe de 18% para 7%.

Na sexta-feira passada (1º), o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) colocou em consulta pública as condições para a inclusão dos tablets (computador portátil em forma de prancheta, sem teclado físico e com tela sensível ao toque) no Processo Produtivo Básico (PPB), que possibilita a desoneração do equipamento.

O PPB estabelece as etapas de fabricação mínimas que as indústrias deverão cumprir para obter os benefícios fiscais. A portaria do governo estabelece percentuais de produção nacional de peças e componentes dos tablets, como placas de circuitos, carregadores de bateria, módulos de memória e tela sensível ao toque (touch screen). Os percentuais de conteúdo nacional serão aumentados gradativamente até 2014.

Caso os percentuais não sejam alcançados, a indústria ficará obrigada, no ano seguinte, a compensar a diferença, que não pode passar de 5%. As fabricantes dos tablets deverão encaminhar anualmente ao governo um relatório com informações sobre os percentuais estabelecidos e os insumos adquiridos no mercado nacional.

As contribuições podem ser enviadas até 15 de abril ao Mdic por carta (Esplanada dos Ministérios, Bloco J, Sala 518, 5º andar, Brasília - DF), pelo fax (61) 2027-7097 ou por e-mail.

 

Fonte:
Agência Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Linha de crédito beneficia agricultores familiares
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
Linha de crédito beneficia agricultores familiares

Últimas imagens

Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, durante viagem à China, em julho
Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, durante viagem à China, em julho
Wu Zhiyi /World Bank
A comercialização do produto foi autorizada pelo Conselho Interministerial de Estoques Públicos (CIEP)
A comercialização do produto foi autorizada pelo Conselho Interministerial de Estoques Públicos (CIEP)
Foto: Marcos Santos / USP Imagens
Custos com nutrição para os frangos de corte teve queda de 6,72%
Custos com nutrição para os frangos de corte teve queda de 6,72%
Divulgação/Agência Brasil
Empresários estão mais otimistas com a situação atual e com o futuro
Empresários estão mais otimistas com a situação atual e com o futuro
Marcos Santos/USP Imagens
Prazo para o saque do benefício foi prorrogado e vai até 31 de agosto.
Prazo para o saque do benefício foi prorrogado e vai até 31 de agosto.
Divulgação/Agência Brasil

Governo digital