Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2011 > 05 > Sai a lista das primeiras indústrias brasileiras que vão exportar carne para a China

Economia e Emprego

Sai a lista das primeiras indústrias brasileiras que vão exportar carne para a China

por Portal Brasil publicado: 27/05/2011 15h31 última modificação: 28/07/2014 14h18

O Ministério da Agricultura divulgou os nomes dos primeiros frigoríficos brasileiros autorizados a vender carne para a China. A lista foi anunciada nesta quinta-feira (26 ) e indica três indústrias brasileiras, duas localizadas em Santa Catarina e uma em Goiás. O governo chinês anunciou, em abril, a abertura do mercado para o produto do Brasil durante visita da presidenta Dilma Rousseff a Pequim. 

Nos próximos dias, os governos do Brasil e da China vão fechar as medidas sanitárias que deverão ser cumpridas para o início dos embarques da carne suína nacional. “Enquanto isso, o setor privado já está programando a produção de acordo com as exigências chinesas”, informa o diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Luiz Carlos Oliveira, que também participou da missão a Pequim em abril.

Nesta semana, Oliveira se reuniu com representantes da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs). No encontro, foram acertados os requisitos específicos do mercado chinês, que envolvem determinado tipo de animal e ração e o modo de criação do rebanho, por exemplo, a serem utilizados para atender o país asiático.

Durante a visita da presidenta Dilma Rousseff a Pequim, os chineses também anunciaram a aprovação de mais 25 frigoríficos brasileiros habilitados a vender carne de frango e outros cinco de carne bovina. Houve, ainda, avanços nas negociações para início dos embarques de tabaco (proveniente dos estados de Alagoas e Bahia), gelatina, citros, sêmen e embriões de bovinos.


Comércio bilateral

Desde 2008, a China é o principal comprador de produtos agropecuários brasileiros. Nos últimos três anos, as exportações brasileiras para a China cresceram 214%, passando de US$ 3,5 bilhões, em 2007, para US$ 11 bilhões em 2010.

O complexo soja (óleo, grão e farelo) lidera as compras chinesas, com US$ 7,9 bilhões ou 20 milhões de toneladas. Dos três subprodutos, o grão representa a maior parcela das importações – US$ 7,1 bilhões. O Brasil também exporta para a China produtos florestais (madeira, cortiça, celulose e subprodutos), totalizando US$ 1,28 bilhão.

O valor total das exportações do complexo sucroalcooleiro, que compreende açúcar e etanol, é de US$ 514,77 milhões, sendo US$ 514,76 milhões referentes à importação de açúcar. A China também importa carne bovina e de frango do Brasil. No ano passado, as importações dos produtos renderam US$ 225,6 milhões, dos quais US$ 219,6 milhões referem-se à carne de frango. Em 2010, o Brasil foi o principal fornecedor de carne de aves para os chineses.


Fonte:
Ministério da Agricultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Linha de crédito beneficia agricultores familiares
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
Linha de crédito beneficia agricultores familiares

Últimas imagens

Ministros participam de audiência sobre Novo Regime Fiscal
Ministros participam de audiência sobre Novo Regime Fiscal
Divulgação: Agência Brasil
Segundo indicador, consumidores têm boas expectativas para queda do desemprego e melhoria da renda
Segundo indicador, consumidores têm boas expectativas para queda do desemprego e melhoria da renda
Reprodução/Agência Brasil
Além de alimentos, outros grupos apresentaram desaceleração: Vestuário (-0,13%), Habitação (-0,02%) e Transportes (0,10%)
Além de alimentos, outros grupos apresentaram desaceleração: Vestuário (-0,13%), Habitação (-0,02%) e Transportes (0,10%)
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Não tem direito ao 13º aqueles que recebem benefícios assistenciais (Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social – BPC/LOAS e Renda Mensal Vitalícia – RMV)
Não tem direito ao 13º aqueles que recebem benefícios assistenciais (Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social – BPC/LOAS e Renda Mensal Vitalícia – RMV)
Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil
Verejistas começam a ver um cenário melhor para o futuro, com mais vendas
Verejistas começam a ver um cenário melhor para o futuro, com mais vendas
Marcelo Camargo/ABr

Governo digital