Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2011 > 07 > País economiza 4,3% dos gastos públicos

Economia e Emprego

País economiza 4,3% dos gastos públicos

Segundo a Fazenda, corte de R$ 50,7 bilhões no Orçamento diminuiu gastos reais com manutenção da máquina pública nos quatro primeiros meses de 2011 em relação ao mesmo período do ano passado, descontada a inflação
por Portal Brasil publicado: 04/07/2011 21h07 última modificação: 28/07/2014 14h29


O corte de R$ 50,7 bilhões no Orçamento diminuiu os gastos reais com a manutenção da máquina pública. Segundo dados do Ministério da Fazenda apresentados nesta segunda-feira (4), os gastos de custeio caíram 4,3% nos quatro primeiros meses de 2011 em relação ao mesmo período do ano passado, descontada a inflação pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). 

Os números constam da publicação Economia Brasileira em Perspectiva, divulgada a cada dois meses pelo ministério. 

De acordo com o documento, as despesas de custeio diminuíram de R$ 30,093 bilhões no primeiro quadrimestre de 2010 (valor corrigido pela inflação) para R$ 28,798 bilhões no mesmo período deste ano. O custeio direto, que leva em conta as próprias despesas do governo federal, tiveram queda real de 2,7%. O custeio indireto, que considera as transferências para estados, municípios e instituições privadas, caiu 5,5% descontada a inflação. 

Ainda segundo a Fazenda, as despesas que mais caíram em 2011 foram os gastos com premiações (culturais, artísticas, esportivas e científicas). Esses gastos diminuíram 56,8%. Em segundo lugar, estão as diárias de pessoal, com redução real de 41,4%, seguidos pelo pagamento de serviços a pessoas físicas, com 13,7%. As despesas com passagens e locomoção caíram 9,9%. 

O levantamento, no entanto, excluiu o pagamento de sentenças e depósitos judiciais, de indenizações, de restituições e de outros encargos. De acordo com o ministério, a exclusão desses números permite uma avaliação mais precisa dos gastos com a administração pública. 

Os números são diferentes dos divulgados todos os meses pelo Tesouro Nacional. De acordo com o resultado do órgão, divulgado na semana passada, os gastos com custeio cresceram 6,5% nos cinco primeiros meses do ano. Até março, a alta nominal acumulada era 15,2%. Os dados do Tesouro, no entanto, não consideram a inflação e incluem as despesas expurgadas do levantamento apresentado hoje.

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Preço das frutas diminui nos Ceasas
Condições favoráveis à produção aumentou a oferta de frutas no mercado, e a tendência de queda nos preços deve continuar no próximo trimestre
Condições favoráveis à produção aumentou a oferta de frutas no mercado, e a tendência de queda nos preços deve continuar no próximo trimestre
Preço das frutas diminui nos Ceasas

Últimas imagens

Novas regras incluem ovinocaprinocultura entre beneficiários do Programa Inovagro
Novas regras incluem ovinocaprinocultura entre beneficiários do Programa Inovagro
Foto: Ronny Santos/Pref. de S. J. dos Campos
Proposta está atualmente em tramitação no Senado Federal
Proposta está atualmente em tramitação no Senado Federal
Edilson Rodrigues/Agência Senado
Líder exportador de carne bovina, o Brasil segue rígidas normas internacionais de vigilância sanitária
Líder exportador de carne bovina, o Brasil segue rígidas normas internacionais de vigilância sanitária
Arquivo EBC
Pode fazer o saque quem teve contratos de trabalho encerrados sem justa causa até 31 de dezembro de 2015
Pode fazer o saque quem teve contratos de trabalho encerrados sem justa causa até 31 de dezembro de 2015
Arquivo/Agência Brasil
Aplicações de até R$ 1 mil representaram quase metade do que foi aplicado no mês
Aplicações de até R$ 1 mil representaram quase metade do que foi aplicado no mês
Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital