Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2011 > 08 > Perfil do endividado

Economia e Emprego

Perfil do endividado

Parcela média da renda comprometida com dívidas aumentou entre as famílias endividadas: de 28,7% em abril de 2010 para 29,4% em abril de 2011
por Portal Brasil publicado: 30/08/2011 15h53 última modificação: 28/07/2014 14h30
Renda comprometida com dívidas aumentou entre as famílias endividadas: de 28,7% em abril de 2010 para 29,4% em abril de 2011

Renda comprometida com dívidas aumentou entre as famílias endividadas: de 28,7% em abril de 2010 para 29,4% em abril de 2011

A maioria das famílias brasileiras endividadas possui renda inferior a 10 salários mínimos e justifica o acúmulo de débitos pelas compras excessivas no cartão de crédito, pagamentos de carnês e crédito pessoal. Estas são algumas das conclusões da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), apurada mensalmente, em todos os estados, pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) e divulgada em abril de 2011.

Por família, a instituição entende todas as pessoas residentes de uma mesma casa. Dos 17.800 consumidores consultados, 64,8% consideram-se endividados. Mas há esperança: destes, apenas 8,4% disseram não ter condições de pagar suas contas.

Confira mais resultados da pesquisa no infográfico abaixo:

- 15,3% das famílias se consideraram muito endividadas em março de 2011, contra 14,5% em março de2010.

- 71,6% das famílias endividadas apontam o cartão de crédito como um de seus principais tipos de dívida, seguidos de 21,9% com carnês e 10,6% com financiamento de carros.

- 29,0% das famílias endividadas estão comprometidas com débitos por até três meses, e 28,1% por mais de um ano.- O tempo médio de atraso, dentre as famílias com contas ou dívidas atrasadas, aumentou de 57,8 dias em 2010, para 58,6 dias em 2011.

Fonte:
Confederação Nacional do Comércio (CNC)

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Meirelles: Três Poderes terão limite de gastos
De acordo com o ministro da Fazenda, Reforma Fiscal terá vigência de 20 anos, e pode mudar de critérios a partir do décimo ano
Henrique Meirelles explica Novo Regime Fiscal
Em entrevista nesta quarta-feira (15), ministro da Fazenda explica a nova Reforma Fiscal que será proposta ao Congresso
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação
De acordo com o ministro da Fazenda, Reforma Fiscal terá vigência de 20 anos, e pode mudar de critérios a partir do décimo ano
Meirelles: Três Poderes terão limite de gastos
Em entrevista nesta quarta-feira (15), ministro da Fazenda explica a nova Reforma Fiscal que será proposta ao Congresso
Henrique Meirelles explica Novo Regime Fiscal

Governo digital