Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2011 > 09 > Donas de casa de baixa renda podem contribuir para Previdência Social com alíquota reduzida

Economia e Emprego

Donas de casa de baixa renda podem contribuir para Previdência Social com alíquota reduzida

por Portal Brasil publicado: 30/09/2011 20h17 última modificação: 28/07/2014 15h09

A partir de outubro, as donas de casa de baixa renda, aquelas que se dedicam exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua residência, desde que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), podem contribuir para a Previdência Social com a alíquota de 5% sob o salário mínimo (R$ 27,25).

A inscrição da segurada no CadÚnico é requisito indispensável para que a dona de casa possa contribuir com a alíquota reduzida. A renda da família não pode ultrapassar a quantia de dois salários mínimos (R$ 1.090) mensais.

A segurada que se enquadra no perfil  deve imprimir a Guia da Previdência Social (GPS) na página eletrônica da Previdência Social na internet.

As inscrições podem ser realizadas também pela Central de Atendimento, pelo telefone 135, ou nas Agências da Previdência Social.

As donas de casa têm até o dia 15 de cada mês para efetuar o recolhimento junto a Previdência Social.


Fonte:
Ministério da Previdência Social

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

CNH terá código digital para evitar fraudes
Documentos emitidos a partir de 1º de maio já possuem este elemento de autenticação
Documentos emitidos a partir de 1º de maio já possuem este elemento de autenticação
CNH terá código digital para evitar fraudes

Últimas imagens

 Não há casos de contágio da doença em humanos, nem risco à saúde pública
Não há casos de contágio da doença em humanos, nem risco à saúde pública
Sílvio Ávila/Ministério da Agricultura
Ao comentar a decisão da agência de risco, Ministério da Fazenda avaliou como fundamental a aprovação da reforma da Previdência
Ao comentar a decisão da agência de risco, Ministério da Fazenda avaliou como fundamental a aprovação da reforma da Previdência
Rovena Rosa/Agência Brasil
Em meses de mais chuvas, a bandeira tarifária fica verde, sem custo extra nas tarifas de energia
Em meses de mais chuvas, a bandeira tarifária fica verde, sem custo extra nas tarifas de energia
Arquivo EBC
Com investimento de R$ 36 milhões, mais de duas mil pessoas devem ser beneficiadas com os residenciais
Com investimento de R$ 36 milhões, mais de duas mil pessoas devem ser beneficiadas com os residenciais
Arquivo/Agência Brasil
Na visão de Meirelles, a população já tomou consciência da aprovação das reformas em tramitação no Congresso
Na visão de Meirelles, a população já tomou consciência da aprovação das reformas em tramitação no Congresso
Antonio Cruz/Agência Brasil

Governo digital