Geral

Plano de negócios

Elaborar um plano de negócios é primeiro passo para o sucesso de um empreendimento. É preciso pesquisar o mercado, os concorrentes, projetar o faturamento e as despesas para calcular a viabilidade da empresa
publicado: 30/11/2011 16h29, última modificação: 23/12/2017 11h26
Plano de negócio

Elaborar um plano de negócios é primeiro passo para o sucesso de um empreendimento - Foto: Vangelis Thomaidis/SXC

Para abrir um negócio, é necessário planejamento. Boas ideias só se tornam realidade quando construídas passo a passo. Desenvolver um plano de negócios é essencial para quem busca o sucesso de um empreendimento.

Assim como um mapa, o Plano de Negócios irá orientar o empreendedor com informações sobre o mercado, os produtos e serviços a serem oferecidos, os possíveis clientes, concorrentes, fornecedores e pontos fortes e fracos no negócio. Por meio de projeções de faturamento, custos e despesas, o plano apresenta a viabilidade do negócio.

A maior vantagem é identificar erros enquanto eles ainda estão no papel e não cometê-los no mercado. Por isso, o empreendedor deve ser detalhista no planejamento. O plano de negócios deve também ser um documento aberto para constantes atualizações e que oriente o empreendedor não apenas na abertura, mas no desenvolvimento da empresa.

Para o professor de Empreendedorismo e Plano de Negócio da Fundação Carlos Alberto Vanzolini Marcelo Nakagawa, um dos principais especialistas do Brasil em planejamento de negócios, pensar estrategicamente aumenta a chance de sucesso para qualquer negócio e também facilita a busca por investidores. “O principal objetivo de um plano de negócios é definir o que a empresa faz e onde ela quer chegar”, afirma.

A coleta de informações sobre o mercado é o primeiro passo para elaborar um plano consistente. Perfil do público-alvo, necessidades não atendidas, produtos e serviços oferecidos, concorrentes, fornecedores são elementos que ajudarão a definir estratégias para se posicionar corretamente.  Em geral, um plano de negócios completo possui a descrição da empresa, o plano de produtos e serviços, o plano de marketing, operacional, financeiro e jurídico. Veja o detalhamento de cada etapa:

Veja a estrutura de um plano:

•    Sumário executivo: é a primeira parte que será lida por um eventual investidor. Deve conter os pontos principais e mais interessantes do plano.

•    Descrição da empresa: contém o modelo de negócio da empresa, sua natureza, sua história, estrutura legal, localização, objetivos, estratégias e missão.

•    Produtos e serviços: descrição dos produtos e serviços da empresa, suas características, forma de uso, especificações, estágio de evolução.

•    Estrutura organizacional: como a empresa está organizada internamente, número de funcionários, principais posições, perfil do profissional.

•    Plano de marketing: aqui são descritos o setor, mercado, tendências,  forma de comercialização, distribuição e divulgação dos produtos, preços, concorrentes e vantagens competitivas.

•    Plano operacional: descrição do fluxo operacional, cadeia de suprimentos, controle de qualidade, serviços associados, capacidade produtiva, logística e sistemas de gestão.

•    Estrutura de capitalização: informa como a empresa está capitalizada – quem faz parte da sociedade, as necessidades de capital de terceiro, a forma de remuneração e as estratégias de saída.

•    Plano financeiro: demonstra como a empresa se comportará ao longo do tempo do ponto de vista financeiro. Traz descrições de cenários internos e externos, pressupostos críticos, situação histórica, fluxo de caixa, análise do investimento, demonstrativo de resultados, projeções de balanços e outros indicadores.

O Sebrae nacional e os estaduais possuem ferramentas para apoiar os micro e pequenos empresários a construir seu plano de negócios. São roteiros que ajudam a planejar a empresa de forma detalhada com roteiros, softwares e dicas de especialistas.

Fontes:
Cartilha Como elaborar um plano de negócios
Software Plano de Negócio 2.0
Blog da Caixa
Plano de Negócios
Sebrae