Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2012 > 01 > Saldo de poupança da Caixa Econômica Federal atinge R$ 150 bilhões

Economia e Emprego

Saldo de poupança da Caixa Econômica Federal atinge R$ 150 bilhões

por Portal Brasil publicado: 06/01/2012 10h58 última modificação: 28/07/2014 17h03

A Caixa Econômica Federal começou o ano com forte captação de depósitos em cadernetas de poupança. Segundo divulgou na quinta-feira (5) a Caixa, no primeiro dia útil de 2012, segunda-feira passada (2), foram depositados R$ 366,5 milhões, elevando o saldo total da poupança na instituição para R$ 150 bilhões. Os números foram apresentados pelo diretor executivo de Pessoa Física da Caixa, Édilo Valadares.

Esse volume de recursos equivale a 35,7% de todo o mercado de poupança operado na rede bancária, que encerrou 2011 com saldo de R$ 420,008 bilhões, segundo informe divulgado na quinta-feira pelo Banco Central. Quanto à captação líquida (depósitos menos saques) de todo o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e da poupança rural, no ano passado, que somou R$ 14,1 bilhões, a Caixa respondeu por R$ 11,3 bilhões, ou 79,25% da captação.

De acordo com Valadares, foram abertas 4,38 milhões de contas de poupança na Caixa, em 2011, aumentando o número de contas ativas para 43,3 milhões. A expectativa, segundo ele, é que o ritmo seja mantido neste ano, o que fará com que o sistema de poupança garanta mais recursos para o financiamento da casa própria. Dos recursos do SBPE, 65% são destinados ao setor imobiliário.

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
BC está monitorando mercado internacional
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Para presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, as medidas econômica propostas pelo governo serão capazes melhorar a confiança do País
Objetivo do governo é inflação de 4,5% em 2017
Instituição também divulgou, nesta sexta-feira (24), dados sobre investimentos estrangeiros e transações correntes, de maio
BC está monitorando mercado internacional
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, explicou que o governo prosseguirá tendo limite mínimo de recursos para essas áreas
Meirelles: restrição não afetará Saúde e Educação

Últimas imagens

Data lembra, também, inauguração da primeira estrutura do Ministério da Agricultura, ainda no Império de D. Pedro II
Data lembra, também, inauguração da primeira estrutura do Ministério da Agricultura, ainda no Império de D. Pedro II
Foto: Dênio Simões/Agência Brasília
Mostruário de frutas trazidas por agricultores de diversos estados foi exposto na Esplanada dos Ministérios
Mostruário de frutas trazidas por agricultores de diversos estados foi exposto na Esplanada dos Ministérios
Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil
Acordo pode incrementar vendas brasileiras de carne bovina em US$ 900 milhões
Acordo pode incrementar vendas brasileiras de carne bovina em US$ 900 milhões
Carlos Severo/Fotos Públicas

Governo digital