Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2012 > 02 > Conheça os principais programas de fomento à exportação

Economia e Emprego

Conheça os principais programas de fomento à exportação

Empreendedorismo

Sebrae, Apex, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e os Correios são alguns órgãos que facilitam a vida do empresário que quer exportar
por Portal Brasil publicado: 01/02/2012 17h26 última modificação: 28/07/2014 16h52
Marcelo Terraza/sxc Programas de fomento à exportação ajudam o empreendedor a investir no mercado internacional

Programas de fomento à exportação ajudam o empreendedor a investir no mercado internacional

Investir no mercado internacional significa impacto positivo nas contas das empresas e também benefícios como competitividade e desenvolvimento tecnológico. As MPEs participam do mercado externo com esse objetivo e a ajuda de projetos de fomento à exportação oferecido por agências como Sebrae, Apex, MDIC, BNDES, entre outros.

Um deles é o Programa Internacionalização da Micro e Pequena Empresa. Feito pelo Sebrae em parceria com a Apex, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Confederação Nacional da Indústria (CNI), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e International Trade Centre (ITC), a iniciativa se propõe a capacitar as MPEs para o mercado externo. O programa desenvolve estratégias, identifica práticas de inovação e procura novas modalidades de acesso aos países compradores.

A Apex também mantém programas com mais de dez mil empresas de diversos setores da economia: de máquinas de construção a alimentos e bebidas, de produtos têxteis a eletroeletrônicos, a materiais médicos e odontológicos. Um exemplo é o Projeto de Extensão Industrial Exportadora (PEIEX), que capacita as empresas para exportação. “O objetivo é prepará-las para o mercado externo com informação, qualificação, participação em feiras ou rodadas de negócios – o que for mais adequado para o grau de maturidade das empresas”, explica Tiago Torres, coordenador do programa. A Apex também intermedeia investimentos para as pequenas empresas junto de entidades financeiras.

Recentemente, o MDIC criou um guia em que apresenta os passos básicos para quem quer exportar. A publicação oferece um roteiro com planejamento, passo a passo, onde buscar apoio. Tudo separado por setores de atuação: http://www.aprendendoaexportar.gov.br/inicial/index.htm

O programa Exporta Fácil, do Ministério das Comunicações e operado pelos Correios, é outra facilidade que já beneficiou mais de 12 mil empresários em mais de 10 anos de atuação. Destinado especialmente para exportações de pequeno porte, a operação é desburocratizada e simplificada, feita por meio do preenchimento de um único formulário, de produtos no valor de até US$ 50 mil, desde que os pacotes não ultrapassem 30 quilos.

Outra iniciativa que visa capacitar empresários para exportação é o “Planejando para Internacionalizar”. Realizado pelo Sebrae, ele dá um passo a passo para o processo de internacionalização de uma pequena empresa. O curso oferece 16 horas de capacitação (quatro encontros de quatro horas) e três horas de consultoria por empresa.

Fontes:
Sebrae
Apex-Brasil
Exporta Fácil
Ministério das Comunicações - Relatório de Exportação por Envios Postais
Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC)
Programa de Apoio Tecnológico à Exportação - PROGEX
Um roteiro para atender os requisitos para a exportação

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Programa do Imposto de Renda estará disponível a partir desta quinta-feira (23)
Receita Federal divulgou as regras para entrega da declaração em 2017. Este ano será obrigatório informar o CPF de dependentes com 12 anos ou mais
Ministro fala sobre importância da retomada de obras para a sociedade
Governo retomou 436 obras de infraestrutura paralisadas. Dado foi divulgado em coletiva pelo ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira
Agro+ traz menos burocracia para o agronegócio
O Agro+ é uma iniciativa do Governo Federal que traz mais eficiência na agricultura, mais empregos no campo e facilita o acesso do agronegócio brasileiro no mercado internacional
Receita Federal divulgou as regras para entrega da declaração em 2017. Este ano será obrigatório informar o CPF de dependentes com 12 anos ou mais
Programa do Imposto de Renda estará disponível a partir desta quinta-feira (23)
Governo retomou 436 obras de infraestrutura paralisadas. Dado foi divulgado em coletiva pelo ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira
Ministro fala sobre importância da retomada de obras para a sociedade
O Agro+ é uma iniciativa do Governo Federal que traz mais eficiência na agricultura, mais empregos no campo e facilita o acesso do agronegócio brasileiro no mercado internacional
Agro+ traz menos burocracia para o agronegócio

Últimas imagens

Cor da bandeira indica o custo da energia em função das condições de geração de eletricidade
Cor da bandeira indica o custo da energia em função das condições de geração de eletricidade
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Medida está de acordo com a nova política da petroleira
Medida está de acordo com a nova política da petroleira
Geraldo Kosinski/Banco de Imagens Petrobras
Segundo FGV, confiança do setor voltou ao nível de fevereiro de 2015
Segundo FGV, confiança do setor voltou ao nível de fevereiro de 2015
Arquivo Agência Brasil
Segundo FGV, confiança do setor voltou ao nível de fevereiro de 2015
Segundo FGV, confiança do setor voltou ao nível de fevereiro de 2015
Arquivo Agência Brasil
Banco do Brasil, Itaú Unibanco e Bradesco anunciaram reduções
Banco do Brasil, Itaú Unibanco e Bradesco anunciaram reduções
Arquivo Agência Brasil

Governo digital