Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2012 > 02 > Contribuinte não poderá mais imprimir guia do IR parcelado com antecedência

Economia e Emprego

Contribuinte não poderá mais imprimir guia do IR parcelado com antecedência

por Portal Brasil publicado: 23/02/2012 19h06 última modificação: 28/07/2014 16h53

Os contribuintes que parcelarem o pagamento do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) não poderão mais usar o programa de preenchimento da declaração para emitir com antecedência a guia de recolhimento das oito parcelas. Agora, o contribuinte deverá acessar, a cada mês, a página da Receita Federal para imprimir o Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf).

Segundo o superintendente nacional do Programa do Imposto de Renda, Joaquim Adir, o programa de preenchimento calculará apenas a primeira parcela ou a cota única, para aqueles que optarem pelo pagamento à vista. Para ele, a mudança ajuda a evitar erros de contribuintes que se esquecem de atualizar as parcelas pelo valor da taxa Selic (taxa básica de juros da economia).

“O programa preenchedor não faz o cálculo da Selic mês a mês, até porque o valor da taxa básica é definido pelo Banco Central”, explicou Adir. Dessa forma, muitos contribuintes entram na malha fina porque imprimem as oito guias de recolhimento de uma só vez e esquecem de incluir a taxa Selic antes de pagar.

A partir das 8h desta sexta-feira (24), o programa preenchedor da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física poderá ser baixado na página da Receita na internet. No entanto, a declaração só poderá ser enviada à Receita a partir de 1º de março, por meio de outro programa, o Receitanet. Neste ano, o Fisco espera receber 25 milhões de declarações.

A página especial da Receita para tirar dúvidas referentes à declaração deste ano também estará disponível a partir das 8h de sexta-feira. Assim como no ano passado, a página simulará o desenho de uma linha de metrô, em que cada estação representa um passo a ser cumprido no preenchimento e na entrega da declaração.

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Linha de crédito beneficia agricultores familiares
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
Linha de crédito beneficia agricultores familiares

Últimas imagens

Convenção foi desenvolvida conjuntamente pela OCDE e pelo Conselho da Europa em 1988
Convenção foi desenvolvida conjuntamente pela OCDE e pelo Conselho da Europa em 1988
Foto: Arquivo/EBC
Na ocasião, também será realizada a 14ª Assembleia-Geral da OIV
Na ocasião, também será realizada a 14ª Assembleia-Geral da OIV
Foto: Divulgação/Ministério da Agricultura
Em 12 meses, o IGP-M registrou alta de 11,49%
Em 12 meses, o IGP-M registrou alta de 11,49%
Marcos Santos/ USP Imagens
O benefício é equivalente a um salário mínimo (R$ 880)
O benefício é equivalente a um salário mínimo (R$ 880)
Marcos Santos/USP Imagens
Entre janeiro e junho deste ano, as vendas de gado para a Turquia somaram mais de R$ 50 milhões
Entre janeiro e junho deste ano, as vendas de gado para a Turquia somaram mais de R$ 50 milhões
Sílvio Ávila/Mapa

Governo digital