Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2012 > 04 > Analistas mantêm projeções de inflação oficial para este ano e para 2013

Economia e Emprego

Analistas mantêm projeções de inflação oficial para este ano e para 2013

por Portal Brasil publicado: 23/04/2012 14h23 última modificação: 28/07/2014 16h46

Analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) mantiveram as estimativas para a inflação em 2012 e no próximo ano. A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 5,08%, este ano, e em 5,5%, em 2013.

O IPCA é o índice escolhido pelo governo para acompanhar a meta de inflação, que tem como centro 4,5% e margem de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Ou seja, as estimativas para o IPCA estão acima do centro da meta, mas abaixo do limite superior de 6,5%.

Cabe ao BC perseguir a meta de inflação. As alterações na taxa básica de juros, a Selic, são um dos instrumentos para calibrar os preços e influenciar a atividade econômica. Atualmente essa taxa está em 9% ao ano e assim deve permanecer em 2012, de acordo com a pesquisa feita pelo banco.

No próximo ano, no entanto, para manter a inflação na meta, os analistas esperam que o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC aumente a Selic, que deve encerrar 2013 em 10% ao ano.

A pesquisa do banco também traz estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe), que passou de 4,36% para 4,34%, neste ano, e permanece em 4,85%, em 2013.

A expectativa para o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) subiu de 4,89% para 5,05% este ano, e continuou em 4,9%, em 2013. Para o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), a projeção subiu de 4,84% para 4,91%, em 2012, e permaneceu em 4,95%, no próximo ano.

A estimativa dos analistas para os preços administrados foi mantida em 3,8%, este ano, e em 4,5%, em 2013.

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Agricultura familiar | Lindaci Maria dos Santos
A agricultora Lindaci Maria dos Santos conta sua história, as mudanças em sua vida após a mudança para a chácara no Lago Oeste (DF) e os novos projetos dos agricultores orgânicos incentivados pelo Sebrae na região.
Pablo Claudino - Bancário
O 1° de Maio está sendo comemorado em um momento crucial para as relações trabalhistas do Brasil.
Dilma decreta criação de fórum para debater políticas trabalhistas
Nesta quinta (30), véspera do Dia Internacional do Trabalhador, Dilma Rousseff recebeu representantes de diversas centrais sindicais
A agricultora Lindaci Maria dos Santos conta sua história, as mudanças em sua vida após a mudança para a chácara no Lago Oeste (DF) e os novos projetos dos agricultores orgânicos incentivados pelo Sebrae na região.
Agricultura familiar | Lindaci Maria dos Santos
O 1° de Maio está sendo comemorado em um momento crucial para as relações trabalhistas do Brasil.
Pablo Claudino - Bancário
Nesta quinta (30), véspera do Dia Internacional do Trabalhador, Dilma Rousseff recebeu representantes de diversas centrais sindicais
Dilma decreta criação de fórum para debater políticas trabalhistas

Últimas imagens

Todos os serviços da plataforma para as empresas são gratuitos
Todos os serviços da plataforma para as empresas são gratuitos
Divulgação/Governo do PR
No Dia D, o atendimento nas agências do Sine será prioritariamente dedicado às pessoas com deficiência
No Dia D, o atendimento nas agências do Sine será prioritariamente dedicado às pessoas com deficiência
Divulgação/Governo do RJ
Benefício é pago para quem recebeu até dois salários mínimos mensais ano passado com carteira assinada
Benefício é pago para quem recebeu até dois salários mínimos mensais ano passado com carteira assinada
Valdecir Galor/SMCS
Lotes em que houve interessados são dos estados do Mato Grosso, Paraná e São Paulo
Lotes em que houve interessados são dos estados do Mato Grosso, Paraná e São Paulo
Divulgação/Governo de MG
 Brasileiros que cumprirem os requisitos poderão solicitar os benefícios previdenciários, previstos no contrato entre os dois países
Brasileiros que cumprirem os requisitos poderão solicitar os benefícios previdenciários, previstos no contrato entre os dois países
Divulgação/Previdência Social

Governo digital