Você está aqui: Página Inicial > Economia e Emprego > 2012 > 04 > Salário mínimo deve ser de R$ 667,7 em 2013

Economia e Emprego

Salário mínimo deve ser de R$ 667,7 em 2013

por Portal Brasil publicado: 13/04/2012 18h22 última modificação: 28/07/2014 16h46

O salário mínimo em 2013 poderá chegar a R$ 667,75, o que corresponde a um reajuste de 7,3% em relação ao atual. O valor consta no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), divulgado nesta sexta-feira (13) pelo Ministério do Planejamento. A equipe econômica projeta ainda mínimo de R$ 729,20 para 2014 e de R$ 803,93 para o ano seguinte - o que resulta em aumento de 29% acumulados até 2015. 

Conheça a história do salário mínimo brasileiro e entenda as regras dos reajustes anuais

A LDO apresenta os parâmetros que servirão de base para a elaboração do Orçamento Geral da União do próximo ano. O projeto manteve as projeções oficiais para a inflação e para o crescimento econômico. 

O crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) continuou estimado em 5,5% para 2013. A inflação pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) também não variou em relação aos números divulgados em fevereiro pela equipe econômica e ficou em 4,5% - um pouco menos que os 4,7% estimados para este ano. 

O ministério estima taxa de câmbio média de R$ 1,84 para 2013, contra a taxa de R$ 1,76 este ano. Os juros básicos da economia, de acordo com o projeto da LDO, deverão encerrar 2012 em 9,75% ao ano e atingir 8,5% ao ano no fim de 2013.

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Linha de crédito beneficia agricultores familiares
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
O Ministério da Integração Nacional irá apoiar o setor privado com a maior oferta da história para os Fundos Regionais para o desenvolvimento, R$ 117 bilhões ao longo dos próximos 4 anos
Fundos Regionais receberão R$ 28 bilhões em 2017
O prazo para sacar o benefício (ano-base 2014) vai até 31 de agosto
Tutorial: Como consultar o Abono Salarial (ano-base 2014)
Agricultores familiares podem contar com linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para modernizar e subsidiar custeio da produção.
Linha de crédito beneficia agricultores familiares

Últimas imagens

Em 2014, o Líbano importou US$ 343 milhões de gado vivo. Desse total, US$ 128 milhões foram do Brasil
Em 2014, o Líbano importou US$ 343 milhões de gado vivo. Desse total, US$ 128 milhões foram do Brasil
Governo do Paraná/Divulgação
Produção de bens de capital também tem influência sobre o resultado positivo dos investimentos
Produção de bens de capital também tem influência sobre o resultado positivo dos investimentos
Foto: Arquivo/Agência Brasil
Setor colaborou positivamente para o Produto Interno Bruto ao crescer 0,3%
Setor colaborou positivamente para o Produto Interno Bruto ao crescer 0,3%
Divulgação/EBC
Entre o primeiro e o segundo trimestre do ano, as vendas externas cresceram 0,4%
Entre o primeiro e o segundo trimestre do ano, as vendas externas cresceram 0,4%
Divulgação: EBC
Produção industrial
Produção industrial

Governo digital